• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Iron Reagan - Crossover


Lich King - Omniclash


Demonic Resurrection - Dashavatar


Black Anvil - As Was


Benighted - Necrobreed


Mechina - As Embers Turn To Dust


Adamantine - Heroes & Villains


Barathrum - Fanatiko


Persefone - Aathma


Blame Zeus - Theory Of Perception


Kreator - Gods Of Violence


Lock Up - Demonization


Obituary - Obituary


H.O.S.T. - Bastard Of The Fallen Thrones


Antropomorphia - Sermon Ov Warth


Fall From Perfection - Metamorph


Pallbearer - Heartless


Mastodon - Emperor Of Sand


wolfheart - Tyhjyys


Sinister - Syncretism


Primal Attack - Heartless Oppressor


Grog - Ablutionary Rituals

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Dying Fetus revelam detalhes do novo álbum

Os Dying Fetus vão lançar o seu novo álbum, "Wrong One To Fuck With", a 23 de Junho pela editora Relapse Records, e será o tão aguardado sucessor de "Reign Supreme", lançado em 2012.(...)

Novembers Doom - Novo álbum disponível para audição na íntegra

O novo álbum dos norte-americanos Novembers Doom, intitulado "Hamartia", é lançado hoje pela The End Records. Este trabalho pode ser ouvido na íntegra através desta ligação. (...)

SWR Barroselas Metalfest XX - Horários das atuações

Ampliando a imagem acima, é possível conhecer o horário de atuação de cada uma das bandas que irá compor o SWR Barroselas Metalfest XX. Recorde-se que o festival ocorre entre os dias 27 e 30 de Abril, em Barroselas. (...)

Tony Iommi está a trabalhar em novo material de Black Sabbath

O já conhecido guitarrista dos Black Sabbath, Tony Iommi confirmou em entrevista que está neste momento a juntar e trabalhar o som do último concerto que a banda deu, em Birmingham, e também há rumores(...)

Tankard lançam novo vídeo com letra

Os Tankard lançaram um novo video com letra para a música "Arena Of The True Lies", que fará parte do seu sétimo álbum de estúdio, "One Foot In The Grave"(...)


Os Frozen Ocean – projecto musical do músico russo Vaarwel – fizeram em 2015 dez anos de existência e têm um fundo de catálogo semelhante ao de uma banda já próxima dos 30 anos de carreira: cerca de 11 álbuns de longa duração e um número aproximado de EPs, singles e splits onde este “The Prowess Of Dormition” é o mais recente… ou pelo menos ainda o é enquanto escrevo este texto; não sei se amanhã de manhã já haverá mais um novo lançamento de Frozen Ocean, já que, em 2011, Vaarwel lançou 7 (!) registos discográficos. Só mete pena é a qualidade ficar tanto aquém da quantidade.

O som que aqui se ouve é de um death metal muito melódico que por vezes se aproxima de metal gótico, com atmosferas frias a condizer com o nome do projecto, guitarras sonantes e uma catrefada de electrónicos atirados para o meio. Muitas vezes, os riffs até começam por ser interessantes com umas harmonias vibrantes que deixam o ouvinte na expectativa de que algo entusiasmante está para suceder, chegando a fazer lembrar alguns de Amorphis, mas mal roçando o nível dos finlandeses. O chato é que, apesar de fazerem arrebitar a orelha, não dão a volta necessária para agarrar o ouvinte e as músicas acabam por se tornar monótonas e fazer-nos pensar que este artista está a levar o conceito das coisas congeladas para lá do nome da banda. Outra coisa incómoda neste EP é a forma como as vocalizações ficaram misturadas com a restante componente sonora: ofuscam a voz e dão a sensação que foram lá colocadas para a encobrir só que acabou por ser um trabalho de ocultação mal feito. Mais uma coisa que não dá muita alegria neste disco é o facto dos temas serem todos muito parecidos uns aos outros e, nestas situações a ciência é exacta: aborrecido + aborrecido = mudar o álbum.

Mais uma poça fria depois de um dia chuvoso no Inverno do que um oceano inteiro congelado, este é um registo que revela que o músico tem capacidade para ser habilidoso na sua arte, mas por outro lado tudo está tão feito à pressa, é tão corporativo: o produzir só para produzir. E é isso que isto é: apenas um EP que dificilmente ficará na memória de alguém.

Nota: 4.4/10

Review por Tiago Neves