• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes

Symphony X - Underworld




Riverside - Love Fear And The Time Machine




Amorphis - Under The Red Cloud





Flayed - Monster Man




Ivanhoe - 7 Days




Elferya - Eden's Fall




Spektr - The Art To Disappear




Rab - Rab 2




Exumer - The Raging Tides




Tales Of The Tomb - Volume One Morprhas




Dimino - Old Habits Die Hard




Roxxcalibur - Gems Of The NWOBHM





The Fifth Alliance - Death Poems




Augrimmer - Moth And The Moon




The Great Tyrant - The Trouble With Being Born




Weeping Silence - Opus IV - Oblivion




Watercolour Ghosts - Watercolour Ghosts




Hexx - Under The Spell/ No Escape




Deseized - A Thousand Forms Of Action




Razor Rape - Orgy In Guts




Sadist - Hyaena




Xandria - Fire & Ashes




Alien Syndrome 777 - Outer




Asylum Pyre - Spirited Away




Canyon Of The Skell - Canyon Of The Skull




Chron Goblin - Blackwater




Extreme Cold Winter - Paradise Ends Here

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



















Entrevista aos Wintersun

Os Wintersun estão de volta mas só acede ao novo álbum “The Forest Seasons” quem participar na campanha de crowdfunding que se iniciou no dia 1 de março e que terminará no dia 31 do mesmo mês. (...)

Vallenfyre revelam detalhes do novo álbum

O próximo álbum dos Vallenfyre, intitulado "Fear Those Who Fear Him", será lançado a 2 de Junho pela Century Media Records. O 3º álbum da banda foi gravado (...)

Hail Of Bullets chegam ao fim

A guerra dos Hail Of Bullets chegou ao fim. A banda holandesa colocou um término na sua luta e para a história ficaram álbuns como "...of Frost and War", (...)

Novembers Doom lançam novo vídeo

Os Novembers Doom, banda oriunda de Chicago, acaba de lançar um novo vídeo com a letra. Retirada do seu décimo álbum, “Zephyr”, foi, desta feita, a escolhida.(...)

Testament preparam lançamento de novo álbum e livro

Apesar do seu último álbum "Brotherhood Of The Snake" ter sido lançado há apenas cinco meses, os Testament encontram-se já a trabalhar no seu sucessor. A revelação surgiu numa entrevista(...)


Os Frozen Ocean – projecto musical do músico russo Vaarwel – fizeram em 2015 dez anos de existência e têm um fundo de catálogo semelhante ao de uma banda já próxima dos 30 anos de carreira: cerca de 11 álbuns de longa duração e um número aproximado de EPs, singles e splits onde este “The Prowess Of Dormition” é o mais recente… ou pelo menos ainda o é enquanto escrevo este texto; não sei se amanhã de manhã já haverá mais um novo lançamento de Frozen Ocean, já que, em 2011, Vaarwel lançou 7 (!) registos discográficos. Só mete pena é a qualidade ficar tanto aquém da quantidade.

O som que aqui se ouve é de um death metal muito melódico que por vezes se aproxima de metal gótico, com atmosferas frias a condizer com o nome do projecto, guitarras sonantes e uma catrefada de electrónicos atirados para o meio. Muitas vezes, os riffs até começam por ser interessantes com umas harmonias vibrantes que deixam o ouvinte na expectativa de que algo entusiasmante está para suceder, chegando a fazer lembrar alguns de Amorphis, mas mal roçando o nível dos finlandeses. O chato é que, apesar de fazerem arrebitar a orelha, não dão a volta necessária para agarrar o ouvinte e as músicas acabam por se tornar monótonas e fazer-nos pensar que este artista está a levar o conceito das coisas congeladas para lá do nome da banda. Outra coisa incómoda neste EP é a forma como as vocalizações ficaram misturadas com a restante componente sonora: ofuscam a voz e dão a sensação que foram lá colocadas para a encobrir só que acabou por ser um trabalho de ocultação mal feito. Mais uma coisa que não dá muita alegria neste disco é o facto dos temas serem todos muito parecidos uns aos outros e, nestas situações a ciência é exacta: aborrecido + aborrecido = mudar o álbum.

Mais uma poça fria depois de um dia chuvoso no Inverno do que um oceano inteiro congelado, este é um registo que revela que o músico tem capacidade para ser habilidoso na sua arte, mas por outro lado tudo está tão feito à pressa, é tão corporativo: o produzir só para produzir. E é isso que isto é: apenas um EP que dificilmente ficará na memória de alguém.

Nota: 4.4/10

Review por Tiago Neves