• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Process Of Guilt - Black Earth


Dephosphorus - Impossible Orbits


Samsara Blues Experiment - One With the Universe


Æther Realm - Tarot


Psygnosis - Neptune


Schammasch - The Maldoror Chants: Hermaphrodite


Altar of Betelgeuze - Among The Ruins


Nargaroth - Era of Threnody


Condor - Unstoppable Power


Holy Blood - Glory to the Heroes


The Flight of Sleipnir - Skadi


The Obsessed - Sacred


Necroblood - Collapse of the Human Race


Full of Hell - Trumpeting Ecstasy


Funeralium - Of Throes And Blight


Nightbringer - Terra Damnata


The Sarcophagus - Beyond This World's Illusion


Chaos Synopsis - Gods of Chaos


Farsot - Fail.Lure


Unearthly Trance - Stalking the Ghost


Daemon Forest - Dissonant Walk


The Ruins of Beverast - Exuvia


Novembers Doom - Hamartia


Funeral Tears - Beyond The Horizon



Summoner - Beyond the Realm of Light

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Queens of the Stone Age confirmados no NOS Alive'18

Os Queens of the Stone Age foram confirmados para a próxima edição do NOS Alive, que vai ocorrer entre os dias 12 e 14 de Julho de 2018(...)

Under The Doom V anuncia um cancelamento e respetiva substituição

O cartaz do Under The Doom V, que vai ocorrer entre os dias 30 de Novembro e 2 de Novembro, acaba de sofrer uma ligeira alteração. Os franceses Funeraliumoi (...)

Corrosion Of Conformity lançam novo álbum em Janeiro

Os americanos Corrosion Of Conformity estão a preparar-se para lançar, a 12 de Janeiro, o seu novo álbum “No Cross No Crown”, pela Nuclear Blast Entertainment. (...)

SWR Barroselas Metalfest revela primeiras confirmações

O festival SWR Barroselas Metalfest anunciou hoje as primeiras confirmações para a edição do próximo ano. O evento, que vai ter lugar de 27 a 29 de Abril(...)

Graveyard em Portugal - Revelada banda de abertura

Como é sabido, os suecos Graveyard vão atuar na sala Lisboa Ao Vivo, já no próximo dia 25 de Novembro. Os portugueses(...)


E que grande surpresa nos trazem estes Hammers Of Misfortune. Estando nós à espera de uma coisa qualquer thrash/death ou até doom – por sugestão do nome da banda, eis que nos surge um hard rock, daquele vintage que até dá gosto ouvir. Isto pela impressão que nos deixa “Velvet Inquisition”, o primeiro dos sete contidos neste “Dead Revolution”. Só depois vamos investigar o historial da banda norte-americana e aprendemos que já têm uma carreira considerável e que o seu domínio é mesmo pelos terrenos vintage do hard rock/metal progressivo – não estávamos muito longe da verdade.

“Dead Revolution” é o sexto álbum e o segundo pela influente e cada vez mais eclética, Metal Blade. A forma de definir o seu som, além do que já foi dito atrás, é dizer basicamente que estamos perante a fusão perfeita entre o espírito (hard) rock da década de setenta com alguma espírito metálico não muito comum mas que podemos associar à década de oitenta, ou seja, não são bem as referências mais comuns quando estamos a falar de metal progressivo. Principalmente quando a tendência actual é de complicar tudo, tocar quantidade de notas absurdas por segundo e ainda ter algo a que se possa associar a djent.

Felizmente não temos nada disso aqui. O que temos é mesmo um bom gosto excelente na hora dos arranjos, onde tanto os teclados como os coros desempenham um papel fundamental, havendo espaço para uns riffs mais cavalgantes como aquele que dá início a “The Precipice”. Apesar de se reconhecer o seu som como original, e é, acabamos sempre por ter na memória bandas como Deep Purple, Uriah Heep por um lado e por outro bandas como Manilla Road e Slough Feg, o que é uma boa sensação. Uma excelente surpresa e mais uma banda a conhecer a fundo.

Nota: 8.6/10

Review por Fernando Ferreira