• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


“Forced Back To Life” surge-nos como o resultado de uma banda veterana, ou pelo menos é esse o nosso pensamento assim que somos fustigados com temas como “Age Of Oblivion”, “Beyond Death” e “Hung Above The Meat Grinder”. No entanto, trata-se de um puro engano. A banda britânica não tem mais de quatro anos de existência e apenas com este “Forced Back To Life” se estreia nos álbuns de originais. O que temos aqui é uma espécie de death/black/thrash old school característico do som mais underground, tal como mandavam as regras na década de noventa. Não será por acaso ser-nos servido pelas mãos da Dunkelheit Productions

Este som é tão podre e ao mesmo tempo tão orgânico que poderíamos jurar de que se trata de um álbum ao vivo. E se calhar até é, se calhar até foi gravado ao vivo em estúdio. Independentemente se é ou não, aquilo que interessa realçar é que o seu som é acima de tudo honesto e se se costuma dizer que ao vivo a banda consegue sempre imprimir mais energia às suas músicas, só podemos tentar imaginar o grau de potência dos Live Burial”.

Há, porém, um pequeno senão. As músicas não ficam. Por muito que nos espanquem (e está aqui castanhada a um nível épico) não ficamos marcados. Também não nos fartamos, o que resulta num meio termo curioso. Para que resultasse em pleno seria necessário alguma dinâmica acrescida, algo que fizesse com que o facto de termos música extrema nos fosse realçada. De outra forma, perde-se no meio de todas propostas do mesmo género que já ouvimos até hoje. Que são muitas.


Nota: 6.5/10

Review por Fernando Ferreira