• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Iron Reagan - Crossover


Lich King - Omniclash


Demonic Resurrection - Dashavatar


Black Anvil - As Was


Benighted - Necrobreed


Mechina - As Embers Turn To Dust


Adamantine - Heroes & Villains


Barathrum - Fanatiko


Persefone - Aathma


Blame Zeus - Theory Of Perception


Kreator - Gods Of Violence


Lock Up - Demonization


Obituary - Obituary


H.O.S.T. - Bastard Of The Fallen Thrones


Antropomorphia - Sermon Ov Warth


Fall From Perfection - Metamorph


Pallbearer - Heartless


Mastodon - Emperor Of Sand


wolfheart - Tyhjyys


Sinister - Syncretism


Primal Attack - Heartless Oppressor


Grog - Ablutionary Rituals

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Dying Fetus revelam detalhes do novo álbum

Os Dying Fetus vão lançar o seu novo álbum, "Wrong One To Fuck With", a 23 de Junho pela editora Relapse Records, e será o tão aguardado sucessor de "Reign Supreme", lançado em 2012.(...)

Novembers Doom - Novo álbum disponível para audição na íntegra

O novo álbum dos norte-americanos Novembers Doom, intitulado "Hamartia", é lançado hoje pela The End Records. Este trabalho pode ser ouvido na íntegra através desta ligação. (...)

SWR Barroselas Metalfest XX - Horários das atuações

Ampliando a imagem acima, é possível conhecer o horário de atuação de cada uma das bandas que irá compor o SWR Barroselas Metalfest XX. Recorde-se que o festival ocorre entre os dias 27 e 30 de Abril, em Barroselas. (...)

Tony Iommi está a trabalhar em novo material de Black Sabbath

O já conhecido guitarrista dos Black Sabbath, Tony Iommi confirmou em entrevista que está neste momento a juntar e trabalhar o som do último concerto que a banda deu, em Birmingham, e também há rumores(...)

Tankard lançam novo vídeo com letra

Os Tankard lançaram um novo video com letra para a música "Arena Of The True Lies", que fará parte do seu sétimo álbum de estúdio, "One Foot In The Grave"(...)


Seis anos depois, o punk rock dos Sum 41 voltou a descer à cidade de Lisboa para animar os fãs que afluíram em massa ao Coliseu dos Recreios para um concerto que faz parte da digressão "Don’t Call It a Sum-Back". Na primeira parte, tivemos os parisienses Pærish e o seu indie rock.

Perante uma sala bem composta e pronta para o aquecimento, os Pærish subiram ao palco pontualmente para presentearem o público - que se mostrou sempre bastante recetivo à atuação dos franceses - com o seu álbum de estreia "Semi Finalists". Desse mesmo álbum, lançado no mês passado, destacaram-se temas como o primeiro single "Undone", "Party's Over, Biff" ou, não incluído nesse LP, "Marcel and the Prince". Este jovem quarteto muito enérgico acabou por ser uma agradável surpresa para quem assistiu ao seu concerto e, talvez com um intuito de ficarem bem presentes na memória dos surpreendidos, despediu-se com a também enérgica "Then People Forget", o que deu depois lugar a uma grande e merecida ovação.

De regresso a Portugal e com motivação extra, não só por terem um novo álbum, mas também por comemorarem - pasmem-se! - 20 anos, os Sum 41 apresentaram um espetáculo multifacetado, onde os seus seguidores tiveram direito a momentos festivos, com confetes e afins, como também a momentos mais íntimos, com um Deryck Whibley ao piano, entoando "Reason to Believe" ou "Pieces". Depois de vários temas que fazem parte do alinhamento do álbum "13 Voices", como por exemplo os potentes "War" ou "God Save Us All (Death to POP)", tema este que parece manifestar a rejeição do rótulo pop punk por parte da banda canadiana, e até de uma versão mais acelerada de "We Will Rock You", dos Queen, os Sum 41 reservaram para o final as suas músicas mais conhecidas, nomeadamente "In Too Deep" ou "Fat Lip", que provaram que o público não estava cansado, muito pelo contrário. A banda despediu-se, já durante o seu segundo encore, ao som de "Pain for Pleasure", uma verdadeira sátira aos tempos do hair metal.

Em suma, os Sum 41 mostraram ao longo de mais de uma hora que são uma banda revigorada e, acima de tudo, madura, capaz de levar esta sua recente digressão europeia a bom porto.

Texto por Bruno Porta Nova
Agradecimentos: Everything Is New