• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes

Symphony X - Underworld




Riverside - Love Fear And The Time Machine




Amorphis - Under The Red Cloud





Flayed - Monster Man




Ivanhoe - 7 Days




Elferya - Eden's Fall




Spektr - The Art To Disappear




Rab - Rab 2




Exumer - The Raging Tides




Tales Of The Tomb - Volume One Morprhas




Dimino - Old Habits Die Hard




Roxxcalibur - Gems Of The NWOBHM





The Fifth Alliance - Death Poems




Augrimmer - Moth And The Moon




The Great Tyrant - The Trouble With Being Born




Weeping Silence - Opus IV - Oblivion




Watercolour Ghosts - Watercolour Ghosts




Hexx - Under The Spell/ No Escape




Deseized - A Thousand Forms Of Action




Razor Rape - Orgy In Guts




Sadist - Hyaena




Xandria - Fire & Ashes




Alien Syndrome 777 - Outer




Asylum Pyre - Spirited Away




Canyon Of The Skell - Canyon Of The Skull




Chron Goblin - Blackwater




Extreme Cold Winter - Paradise Ends Here

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



















Robb Flynn (Machine Head) acusa comunidade do rock e metal de demonizar o streaming

Robb Flynn, dos lendários Machine Head, é conhecido por ser uma voz bastante activa nas redes sociais. Desta feita, e através do Facebook, (...)

WoodRock Festival - Detalhes e vídeo promocional revelados

A quarta edição do WoodRock Festival vai ter lugar nos dias 22 e 23 de Julho na Praia de Quiaios, Figueira da Foz. Este ano conta com as actuações dos grupos Plus Ultra, Switchtense, El Paramo, (...)

Metallica lança (alegadamente) o seu próximo álbum no dia 14 de Outubro

Um dos maiores jornais diários alemão, Bild, afirmou na sua última edição que o próximo álbum dos Metallica, o décimo da sua história e o primeiro desde "Death Magnetic", lançado em 2008 (...)

Sabaton e Accept em Portugal

Os suecos Sabaton regressam a Portugal a 20 de Janeiro de 2017, no Coliseu do Porto, trazendo consigo o seu novo álbum, "The Last Stand". Os alemães Accept são os convidados que darão suporte ao evento. (...)

VOA Fest - Revelados horários dos concertos e mapa do recinto

Como é sabido, o VOA Fest ocorre nos (já próximos) dias 5 e 6 de Agosto, na Quinta da Marialva, em Corroios. Já são conhecidos os horários de cada concerto,(...)


Seis anos depois, o punk rock dos Sum 41 voltou a descer à cidade de Lisboa para animar os fãs que afluíram em massa ao Coliseu dos Recreios para um concerto que faz parte da digressão "Don’t Call It a Sum-Back". Na primeira parte, tivemos os parisienses Pærish e o seu indie rock.

Perante uma sala bem composta e pronta para o aquecimento, os Pærish subiram ao palco pontualmente para presentearem o público - que se mostrou sempre bastante recetivo à atuação dos franceses - com o seu álbum de estreia "Semi Finalists". Desse mesmo álbum, lançado no mês passado, destacaram-se temas como o primeiro single "Undone", "Party's Over, Biff" ou, não incluído nesse LP, "Marcel and the Prince". Este jovem quarteto muito enérgico acabou por ser uma agradável surpresa para quem assistiu ao seu concerto e, talvez com um intuito de ficarem bem presentes na memória dos surpreendidos, despediu-se com a também enérgica "Then People Forget", o que deu depois lugar a uma grande e merecida ovação.

De regresso a Portugal e com motivação extra, não só por terem um novo álbum, mas também por comemorarem - pasmem-se! - 20 anos, os Sum 41 apresentaram um espetáculo multifacetado, onde os seus seguidores tiveram direito a momentos festivos, com confetes e afins, como também a momentos mais íntimos, com um Deryck Whibley ao piano, entoando "Reason to Believe" ou "Pieces". Depois de vários temas que fazem parte do alinhamento do álbum "13 Voices", como por exemplo os potentes "War" ou "God Save Us All (Death to POP)", tema este que parece manifestar a rejeição do rótulo pop punk por parte da banda canadiana, e até de uma versão mais acelerada de "We Will Rock You", dos Queen, os Sum 41 reservaram para o final as suas músicas mais conhecidas, nomeadamente "In Too Deep" ou "Fat Lip", que provaram que o público não estava cansado, muito pelo contrário. A banda despediu-se, já durante o seu segundo encore, ao som de "Pain for Pleasure", uma verdadeira sátira aos tempos do hair metal.

Em suma, os Sum 41 mostraram ao longo de mais de uma hora que são uma banda revigorada e, acima de tudo, madura, capaz de levar esta sua recente digressão europeia a bom porto.

Texto por Bruno Porta Nova
Agradecimentos: Everything Is New