• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


Antropomorphia? Podemos pensar de imediato numa das capas mais brutais de sempre “Sounds of the Animal Kingdom” dos Brutal Truth. Fica a dica.

Agora falando de outras formas animalescas. Estes Antropomorphia apresentam-nos em Sermon ov Wrath um Death Metal de cara limpa em águas mortas, digamos que existia ambiente propício à criação de mais “ferrugem” e mais “corrosão” se falássemos nas linhas tradicionais do Death. Estamos no entanto na presença de uma espécie de ligação umbilical aos trabalhos anteriores da banda.

Sermon ov Wrath, melodicamente interessante e de fácil digestão, contudo é indispensável assinalar o carácter atmosférico e sombrio, ouçamos Ad Me Venite Mortui ou Within Her Pale Tomb ov Putrid Lust. 

Conseguimos destacar claramente o trabalho feito nas vocalizações e nos traços rasgados e intencionados das guitarras. Não será uma surpresa se no final ficarmos com vontade de repetir a viagem auditiva deste último trabalho do quarteto holandês, até nos apercebermos da qualidade que existe, e que à “primeira vista” nos pode falhar. Faixas como Murmur Ov The Dead, Sinful Rapture e In Bestial Decadence fazem jus, juntamente com uma produção muito bem conseguida, à sonoridade e estilo próprio presente neste álbum. 

Não sendo uma obra que nos faça arrepiar ou que nos eleve a Alma, Sermon ov Wrath é de uma honestidade e lucidez inegáveis.

Nota: 7.5/10

Review por Ricardo Gonçalves