• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Total Pageviews

Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)


Cinco anos volvidos e Portugal voltou a ter a presença dos Mastodon que trouxeram a galope o novíssimo "Emperor Of Sand", motivo mais que suficiente para que os fãs rumassem à Sala Tejo da Meo Arena. Antes destes gigantes da música pesada, contámos com os britânicos Black Peaks.

Os Black Peaks não fizeram certamente jus ao título ("Statues") do seu recente álbum de estreia e mostraram-se bastante enérgicos em palco naquilo que foi uma estreia bastante surpreendente em solo português. Perante um público pouco a par da banda de Brighton, ainda assim com um ou outro seguidor mais conhecedor da palavra dos inicialmente Shrine, o quarteto auto-rotulado de post-hardcore progressivo consistiu a sua atuação nalguns temas portentosos que adornam o seu primeiro álbum, com destaque para "Say You Will" - uma das favoritas da banda e ao que pareceu do público presente na Sala Tejo - ou "Glass Built Castles" para a despedida. Os Black Peaks foram realmente um dos pontos altos da noite e serão certamente tidos em conta.

Sob uma atmosfera habitualmente mística e psicadélica, os sultões da nova vaga do metal americano subiram ao palco para darem a conhecer ao vivo mais um excelente trabalho do seu já vasto repertório e iniciaram um concerto memorável com, claro está, "Sultan's Curse". Soltada a fera, seguiram-se "Divinations" e "The Wolf Is Loose", malhas que começaram a devastar o público - que respondia com mosh-pits em catadupa ou entoava ao estilo power metal os êxitos da banda - e que provaram também que os Mastodon estavam ali para nos levarem numa viagem pelos tempos ao som de temas tão conhecidos como "Crystal Skull", "Black Tongue", "Oblivion", "Chimes At Midnight", entre outros. Quando "March Of The Fire Ants" parecia ser a última marcha para um espaço próximo de lotar, o baterista Brann Dailor chegou-se à frente e perguntou carinhosamente se todos estavam prontos para mais um tema e eis que a pedido caiu sobre a Sala Tejo "Blood And Thunder"! Um encore perfeito, com "White whale, Holy Grail" a viva voz, e que completou uma atuação perfeita, demonstrando que tal performance não ficará esquecida nos desertos do tempo, assim como uma banda que tem superado a espuma dos dias. Além disso, não restaram dúvidas, se é que ainda restavam, quanto à sua consagração no seio do metal.


Texto por Bruno Porta Nova
Fotografias por Diana Fernandes
Agradecimentos: Prime Artists e PEV Entertainment