• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Nos últimos tempos, no seguimento da #MeToo campaign (gerada após a polémica em torno de Harvey Weinstein), várias têm sido as acusações de má conduta sexual, ou mesmo violação, dirigidas a pessoas conhecidas do grande público, nas quais se incluem músicos. Depois do caso dos Decapitated e do baixista (entretanto despedido) dos Marilyn Manson, Twiggy Ramirez, desta vez a acusação gira em torno do vocalista Eddie Hermida, dos Suicide Silence. 

Uma mulher austríaca chamada Verena Celis acusou Hermida de má conduta sexual, quando a própria tinha apenas 17 anos (situação ocorrida em 2015, quando Hermida tinha 32 anos). Verena refere que Hermida solicitava-lhe fotos de cariz sexual e que o próprio chegou a enviar-lhe fotografias dele, dessa natureza, quando a jovem se encontrava na escola ou em jantares de família, sem que Verona as tivesse pedido.


Entretanto, Eddie Hermida reagiu a esta acusação e comentou o seguinte, na página de Facebook dos Suicide Silence: 

Antes de mais, peço desculpa à Verena por se sentir magoada, manipulada, ou por qualquer outro distress causado pelas nossas conversas no passado. Quero pedir desculpa às pessoas que apoiam o meu trabalho como músico (tanto os fãs como quem trabalha nos bastidores) pelo desconforto, falta de confiança e danos que estas alegações trouxeram. Mais importante, peço à comunidade da música para se abster de ridicularizar, ostracizar ou causar qualquer tipo de assédio a esta jovem mulher. Para as mulheres, já é difícil o suficiente chegarem-se à frente com alegações acerca do comportamento dos homens em qualquer tipo de circunstância. 

Quando a Verena me disse que já tinha feito 18 anos, acreditei nela. Deixei bem claro que as nossas conversas não deviam ter uma natureza sexual até lá. De qualquer forma, aprendi a lição, da forma mais difícil, que é errado envolver-me em qualquer tipo de conversa íntima com alguém tão mais novo do que eu. Fui criado por uma mãe solteira que me ensinou a ser respeitador com todas as mulheres. Sinto-me envergonhado por ter falhado. Espero ganhar o respeito e aprovação dos nossos fãs e provar que não sou o tipo de pessoa que isto parece sugerir. Agora, mais do que nunca, a responsabilidade recai sobre sobre os homens, para sermos conscientes das nossas palavras e ações com as pessoas, e para ouvirmos as vozes daqueles que se chegam à frente, com respeito e dignidade. Eu estou aqui e estou a ouvir. 

Por: Sara Delgado - 18 Novembro 17