• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Neste disco de estreia, o duo da Marinha Grande acertou em tudo, menos no título. Esta obra conceptual, que marca a estreia do grupo de André Oliveira e João Rodrigues, é tudo menos uma lacuna, sendo uma lufada de ar fresco na edição nacional de Prog Rock.

Ao contrário de outros grupos do estilo, foge-se da acrobacia do virtuosismo e aborda-se os temas pelo lado melódico, mesmo quando se tem uma “Cognition” recheada de pormenores bonitos, de uma bateria que dança com as teclas. Dividido em três partes, Empathy, Apathy, e Certainty, que abordam a relação de duas pessoas, o disco tem dinâmicas onde se percebe a influência de uns Soen ou até de Tool, mas apenas o suficiente e aceitável num trabalho de estreia.

Será curioso perceber como se portará o colectivo ao vivo, dado ambos os músicos terem gravado todo o disco e, claramente, necessitarem de outros intervenientes quando em palco. Mesmo assim, um disco excelente!

Nota: 9/10

Review por Rita Afonso