• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)

Moita Metalfest 26/03/10 1º dia

Aos Swallowed By Hole coube a tarefa de iniciar o festival. A banda esforçou-se mas não conseguiu convencer o pouco público presente naquela altura.


Já com mais algum público que entretanto foi chegando, actuaram os Prayers Of Sanity que traziam o seu excelente álbum de estreia "Religion Blindness" na bagagem. Quem os conhece sabe o que esperar, um Thrash Metal Old School de óptima qualidade. A banda deu um bom concerto, mas não tão seguro como já os vimos fazer por exemplo quando abriram para Municipal Waste no Cine-Teatro de Corroios. Talvez tenha sido devido ao facto de terem trazido outro guitarrista no lugar de André, não sabemos por que razões.


Em seguida actuaram os Dawnrider que deram um concerto competente e animaram as hostes com o seu Heavy/Doom psicadélico.


Seguiu-se uma das bandas mais esperadas da noite e mesmo do festival: os Process Of Guilt. Com uma actuação centrada no álbum "Erosion" que teve excelentes criticas por parte da critica Nacional e Internacional, a banda deu um concerto envolvente e intenso que não terá desiludido nenhuma das pessoas que esteve lá para vê-los. Para muitos terá sido o concerto da noite.


Aos Simbiose couberam as honras de cabeça de cartaz deste primeiro e divesificado dia do Moita Metalfest. A banda justificou o porquê de serem a atracção principal da noite, dando um concerto explosivo, sendo neste que houve mais mosh, stage diving e crowd surfing como já era de esperar. Sendo a par de Process Of Guilt uma das melhores actuações da noite.


Moita Metalfest 27/03/10 2º dia

Os Mass Brutality abriram o 2º dia do Festival com o seu Death/Grind e entreteram o público que já lá estava com uma actuação positiva.
Ver mais fotos de Mass Brutality


Em seguida foi a vez dos Daemogorgon actuarem, tendo debitado o seu Black/Death Metal com bastante convicção e demonstrado que também eles tinham uma palavra a dizer no Festival.


Já com o recinto mais bem composto os The Endgate deram um bom concerto com o seu potente Death Metal retirando uma boa reacção dos presentes. Havendo ainda espaço para uma cover de Napalm Death.


Em seguida actuaram os Grimlet que tocaram temas do seu álbum de estreia, que segundo estes irá ser lançado dentro de duas semanas. Daquilo que ouvimos no concerto e já tivemos oportunidade de escutar no myspace, podemos dizer que é promissor. A banda deu um concerto francamente positivo e penso só não ter tido uma grande reacção por parte dos presentes, visto que ainda não conhecem os temas da banda.


Melhor reacção tiveram em seguida os The Spiteful que tiveram a vantagem de ter um álbum cá fora e algum público conhecer os temas. Foi uma actuação competente.


Os Angriff vieram à Moita com uma set-list baseada no seu recém lançado EP "Art Of Agression" o qual já tivemos oportunidade de ouvir, visto que em breve iremos fazer review do mesmo. Com uma formação e energia renovadas e com José Rocha que é o único membro da formação original agora no baixo, a banda tocou muito bem os temas do óptimo EP que trouxeram na bagagem e obtiveram uma boa reacção do público, sendo um dos melhores concertos do 2º dia do Festival. Ainda houve tempo para a cover de "Troops Of Doom" dos Sepultura.


Outra das grandes actuações do Moita Metalfest foi a dos Revolution Within. Um concerto cheio de poder e groove em que o público correspondeu da melhor maneira aos temas do óptimo álbum de estreia da banda "Collision", lançado no ano transacto. Ainda houve tempo para tocarem um tema novo, promissor e ao qual o púlico respondeu bem. Um dos melhores concertos do festival.


Os Pussyvibes animaram as hostes com o seu Grindcore de temática sexual, com bastante movimento lá na frente.


Os Switchtense foram a par dos Dew-Scented uma das duas melhores actuações do Festival, mesmo com outras grandes bandas no cartaz. Com grandes temas de "Confrontation Of Souls" que resultam muito bem ao vivo, a banda levou ao rubro o muito público presente no recinto.


Os Grog eram uma das bandas mais esperadas do evento e corresponderam às expectativas do público, com um concerto brutalíssimo e com muito mosh e stage diving à mistura.


Os Alemães Dew-Scented foram a primeira banda estrangeira a actuar numa edição do Moita Metalfest e revelaram ser um nome muito bem escolhido, encaixando na perfeição no cartaz. O seu Thrash Metal rápido e potente não deixou de todo indiferente o público presente e a banda no final prometeu voltar ao nosso País. Grande actuação.


Foram dois grandes dias de peso num festival muito bem organizado, com um cartaz bastante apelativo e algo ecléctico. O Moita Metalfest é cada vez mais uma referência nos Festivais de Metal Nacionais. Que venha a próxima edição!!



Review por Mário Rodrigues
Fotografias por Diana Fernandes