• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


Cada vez há mais bandas de death metal a tentarem reviver o estilo mais old school deste sub-género. Apesar dos Festering praticarem essa classe de death metal, o interessante deles é que vêm da old school antes mesmo de existir esta denominação, no que a esse género diz respeito. O que eu quero dizer é que a banda de Santo António dos Cavaleiros formou-se em 1992, como um projecto paralelo a membros de Extreme Unction que acabou por terminar algures a meio dessa década devido às actividades com a “banda principal” dos seus membros. Uns bons anos depois, em 2011, Koja Mutilator, Pedro Gonçalves e João Galego (dois membros e um ex-membro dos Extreme Unction), ressuscitam os Festering da sua fétida sepultura acrescentando Norberto Arrais dos Filii Nigrantium Infernalium, Ironsword e Grog (só para nomear alguns) ao line-up, lançando uma cassete demo no passado ano de 2012 para marcarem o seu regresso com espírito dos anos 90.

Mantendo a atitude dos últimos anos do século XX, lançaram agora este EP de 7’’ composto por três temas. O primeiro é apenas uma intro completamente irrelevante que tem a infelicidade de ter sido baptizada com o nome da banda, mas nada a temer aqui, pois o tema-título segue de imediato mostrando que o sangue que corre nos Festering mantêm-se limpo de quaisquer novas tendências de depois da época em que eles nasceram. Brutal e bem apelativo ao headbanging, “Exhumed” é um tema que irá satisfazer especialmente quando tocado ao vivo. “Submerged in Emptiness” é o outro tema deste EP que se destaca por um acompanhamento melódico a dada parte que só dá ainda mais garra à faixa, momentos lentos e arrastadores e um solo simples, mas bastante eficaz na parte final.

“Exhumed” é um pequeno aperitivo, mesmo pequeno, mas sólido no duo que segue à intro, revelando que os Festering são realmente uma banda a ter em conta nos meandros do death metal mais “vintage”. Uma última coisa interessante: este EP está disponível para download gratuito no site oficial da banda, por isso, fãs de death old school só têm a ganhar em fazer uma visita e experimentar.

Nota: 6.6/10

Review por Tiago Neves