• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Iron Reagan - Crossover


Lich King - Omniclash


Demonic Resurrection - Dashavatar


Black Anvil - As Was


Benighted - Necrobreed


Mechina - As Embers Turn To Dust


Adamantine - Heroes & Villains


Barathrum - Fanatiko


Persefone - Aathma


Blame Zeus - Theory Of Perception


Kreator - Gods Of Violence


Lock Up - Demonization


Obituary - Obituary


H.O.S.T. - Bastard Of The Fallen Thrones


Antropomorphia - Sermon Ov Warth


Fall From Perfection - Metamorph


Pallbearer - Heartless


Mastodon - Emperor Of Sand


wolfheart - Tyhjyys


Sinister - Syncretism


Primal Attack - Heartless Oppressor


Grog - Ablutionary Rituals

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Dying Fetus revelam detalhes do novo álbum

Os Dying Fetus vão lançar o seu novo álbum, "Wrong One To Fuck With", a 23 de Junho pela editora Relapse Records, e será o tão aguardado sucessor de "Reign Supreme", lançado em 2012.(...)

Novembers Doom - Novo álbum disponível para audição na íntegra

O novo álbum dos norte-americanos Novembers Doom, intitulado "Hamartia", é lançado hoje pela The End Records. Este trabalho pode ser ouvido na íntegra através desta ligação. (...)

SWR Barroselas Metalfest XX - Horários das atuações

Ampliando a imagem acima, é possível conhecer o horário de atuação de cada uma das bandas que irá compor o SWR Barroselas Metalfest XX. Recorde-se que o festival ocorre entre os dias 27 e 30 de Abril, em Barroselas. (...)

Tony Iommi está a trabalhar em novo material de Black Sabbath

O já conhecido guitarrista dos Black Sabbath, Tony Iommi confirmou em entrevista que está neste momento a juntar e trabalhar o som do último concerto que a banda deu, em Birmingham, e também há rumores(...)

Tankard lançam novo vídeo com letra

Os Tankard lançaram um novo video com letra para a música "Arena Of The True Lies", que fará parte do seu sétimo álbum de estúdio, "One Foot In The Grave"(...)


Os Dawn Of Destiny não são um dos nomes grandes do power metal alemão, mas "To Hell" poderá colocar em causa esse estado de coisas. Não é de prever que a banda seja aclamada com este sexto álbum, mas a sua qualidade é tão evidente que terá, se houve justiça neste mundo, de haver uma subida nas escadas do sucesso. "Hide Your Sorrow" é o tema que inicia o trabalho e mostra logo peso e melodia aliados a uma sensibilidade sinfónica que já não são próprios dos dias de hoje - mais apropriados para a mudança do milénio - mas o que anula este potencial problema é o facto que se trata de uma grande música. Assim como "Fire", um tema in your face onde a voz de Jeanette Scherff.

Não é desprovido de falhas, no entanto. Em "From Paradise" temos o típico de música que fez com que o power metal se tornasse aborrecido anos atrás. Felizmente são excepções que comprovam a regra. O tema título trata logo de recuperar a energia com um refrão que tem tanto de memorável como de empolgante. E é na energia onde "To Hell" encontra o seu maior trunfo. Temas como "Scream" e "Burn In The Fire", a primeira com um riff do mais poderoso que pode haver e a segunda com um ritmo para lá de energético. Para esse energia, nem sempre é necessário composições uptempo, como a "Hateful Hearts" tão bem prova. A propósito de "Burn In The Fire", é de salientar as participações de Zak Stevens (ex-savatage e Circle II Circle) na "Only The Ocean Knows" e a de Björn "Speed" Strid (Soilwork) na "Burn In The Fire".

Falta ainda referir que "To Hell" é um álbum conceptual que retrata a história de um casal em lua de mel onde o misterioso passado da noiva vem à superfície de forma inesperada. Apesar de poder ir ao encontro daqueles que gostam de uma boa história e que têm um fraquinho por álbuns conceptuais, perante a qualidade da música, não é de todo o ponto mais forte deste álbum. Aqui a música é mesmo o ponto central, mesmo com alguns momentos menos conseguidos mas esses são mesmo uma minoria. Há muito tempo que não surgia um álbum de power metal que não mete de lado a melodia e mesmo assim consegue ter... power. Um grande trabalho.


Nota: 8.8/10

Review por Fernando Ferreira