• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)



Antes de tudo, há que ser dito: Matalobos é um nome dos diabos. Tirando isto da frente, podemos analisar este EP auto-intitulado, o primeiro lançamento desta jovem mexicana, que apresenta um death/doom (mais death que doom) metal melódico bem interessante. Composto por três músicas longas, todas acima da marca dos sete minutos existe aqui uma óbvia capacidade para compôr músicas interessantes e com capacidade para marcar, embora também não seja propriamente acessível, devido, principalmente à sua duração. Entrando no facilitismo das comparações parvas, o que temos aqui é uma espécie de mistura entre Opeth (do "BlackWater Park"), Katatonia ("Brave Murder Day") e My Dying Bride ("The Light At The End Of The World").

Três faixas em vinte e três minutos e ficamos com vontade de ouvir muito mais - e será necessário mais, sem dúvida, se o objectivo deste trabalho for o de iniciar uma carreira bem sucedida. Estreia promissora apesar de não ser desprovida de falhas. A produção, por exemplo, poderia ser bem melhor, mas verdade seja dita, também lhe dá um encanto orgânico que é agradável de presenciar. Têm tudo para se tornarem em pouco tempo das maiores exportações musicais do México, no que diz respeito ao metal.


Nota: 8/10

Review por Fernando Ferreira