• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Iron Reagan - Crossover


Lich King - Omniclash


Demonic Resurrection - Dashavatar


Black Anvil - As Was


Benighted - Necrobreed


Mechina - As Embers Turn To Dust


Adamantine - Heroes & Villains


Barathrum - Fanatiko


Persefone - Aathma


Blame Zeus - Theory Of Perception


Kreator - Gods Of Violence


Lock Up - Demonization


Obituary - Obituary


H.O.S.T. - Bastard Of The Fallen Thrones


Antropomorphia - Sermon Ov Warth


Fall From Perfection - Metamorph


Pallbearer - Heartless


Mastodon - Emperor Of Sand


wolfheart - Tyhjyys


Sinister - Syncretism


Primal Attack - Heartless Oppressor


Grog - Ablutionary Rituals

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Dying Fetus revelam detalhes do novo álbum

Os Dying Fetus vão lançar o seu novo álbum, "Wrong One To Fuck With", a 23 de Junho pela editora Relapse Records, e será o tão aguardado sucessor de "Reign Supreme", lançado em 2012.(...)

Novembers Doom - Novo álbum disponível para audição na íntegra

O novo álbum dos norte-americanos Novembers Doom, intitulado "Hamartia", é lançado hoje pela The End Records. Este trabalho pode ser ouvido na íntegra através desta ligação. (...)

SWR Barroselas Metalfest XX - Horários das atuações

Ampliando a imagem acima, é possível conhecer o horário de atuação de cada uma das bandas que irá compor o SWR Barroselas Metalfest XX. Recorde-se que o festival ocorre entre os dias 27 e 30 de Abril, em Barroselas. (...)

Tony Iommi está a trabalhar em novo material de Black Sabbath

O já conhecido guitarrista dos Black Sabbath, Tony Iommi confirmou em entrevista que está neste momento a juntar e trabalhar o som do último concerto que a banda deu, em Birmingham, e também há rumores(...)

Tankard lançam novo vídeo com letra

Os Tankard lançaram um novo video com letra para a música "Arena Of The True Lies", que fará parte do seu sétimo álbum de estúdio, "One Foot In The Grave"(...)


Os Nile estão f*****s da vida!

Uma maneira pouco formal e até corriqueira de pôr as coisas, mas esta é a primeira conclusão a que se chega após a primeira audição do disco What Should Not be Unearthded, o oitavo na carreira dos Nile.

Talvez devido à recepção algo dívida do último disco At The Gates of Sethu, os Nile quiseram desta vez fazer algo um pouco diferente do que o referido disco. E vai daí toca de deixar de lado a (quase) totalidade dos interlúdios sinfónicos, bem como resfriar um pouco no que à experimentação diz respeito.
Como refere o guitarrista Karl Sanders:

“The goal for the new record was sheer epic brutality,”

E no fundo é mesmo isso que trespassa, hoje vemos uns Nile mais soltos, brutais e de certa forma até mais diretos, mas sem descurar a parte técnica (parte fulcral da essência da banda).

Ouçam por exemplo Rape of the Black Earth ou Call to Distruction, e vejam a forma impiedosa como os riffs e os blast beats assaltam os speakers, em descargas de intensidade assinaláveis, ao mesmo tempo que o nosso cérebro vai apreendendo alguns pormenores quase que dando a ilusão de estarmos perante algo catchy. Call to Destruction acaba por ter um destaque especial no disco, devido à forma como todo o ódio e raiva dos instrumentos é soberbamente conjugada com a sátira das letras, num call to arms do estado islâmico.

No entanto What Should not be Unearthed também não é um álbum bidimensional, Age of Famine e In the Name of Amun acabam por recuperar, a espaços, algum dos experimentalismo do disco anterior, e o “a meio tempo” Evil To Cast All Evil faz jus ao título numa simbiose perfeita entre um peso hipnotizante e brutalidade instrumental.  

Não sendo porventura o melhor, ou até mesmo o mais carismático dos discos da banda, What Should Not Be Uneaerthed acaba por ser um excelente cartão de visita para quem quer ficar a conhecer o coletivo, dando-nos em boa dose de peso, brutalidade, técnica e experimentalismo. Pelo meio do caminho até pode ajudar a fazer as pazes com quem ficou desiludido com alguns dos trabalhos anteriores.

Nota: 8.4/10

Review por António Salazar Antunes