• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Mas que grande som podemos ouvir neste “Rise Above The Meadow”. “A Million Fireflies” é a introdução ideal para o mundo dos Greenleaf, caso exista por aí algum infiel que não conheça o seu trabalho. A banda sueca estreia-se pela Napalm Records com aquele que é já o seu sexto álbum e por mais álbuns que lancem, o foco está sempre na década de setenta, o que significa que todos aqueles que consideram que nasceram demasiado tarde, têm aqui a prova em como estão completamente errados.

Dizer que este trabalho é stoner ou retro é redutor. É rock, é hard rock, é vivo, visceral, cheio de feeling e emoção boogie no que à tradição do rock clássico diz respeito e, mais que uma sensação, esta é uma certeza conforme a primeira audição se vai desenrolando. Esqueçam os truques, os botãozinhos que estão à espera de ser carregados para que se possa encaixar nesta ou naquela prateleira comercial. Quando as coisas são simples e verdadeiras, basta apenas ouvir e deixar o corpo fazer o resto. Quando o corpo reage sozinho a estímulos auditivos, então é porque temos realmente algo especial em mãos, tanto para o bem como para o mal. Neste caso é para o bem.

Se a Napalm Records for o veículo para uma explosão maior em termos de reconhecimento, então é uma questão de justiça e de prova que este mundo não está tão desequilibrado assim. Pelo menos no mundo da música. Temas como “Gold Throne”, “Levitate And Bow (Pt. 1 &2)” e a final “Pilgrams” são apenas bons exemplos de como a excelência musical está bem presente e da sua variedade e dinâmica em “Rise Above The Meadow”. Não é preciso grande coisa para se ficar rendido a este álbum. Basta gostar de música e ter alma.


Nota: 9/10

Review por Fernando Ferreira