• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Iron Reagan - Crossover


Lich King - Omniclash


Demonic Resurrection - Dashavatar


Black Anvil - As Was


Benighted - Necrobreed


Mechina - As Embers Turn To Dust


Adamantine - Heroes & Villains


Barathrum - Fanatiko


Persefone - Aathma


Blame Zeus - Theory Of Perception


Kreator - Gods Of Violence


Lock Up - Demonization


Obituary - Obituary


H.O.S.T. - Bastard Of The Fallen Thrones


Antropomorphia - Sermon Ov Warth


Fall From Perfection - Metamorph


Pallbearer - Heartless


Mastodon - Emperor Of Sand


wolfheart - Tyhjyys


Sinister - Syncretism


Primal Attack - Heartless Oppressor


Grog - Ablutionary Rituals

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Dying Fetus revelam detalhes do novo álbum

Os Dying Fetus vão lançar o seu novo álbum, "Wrong One To Fuck With", a 23 de Junho pela editora Relapse Records, e será o tão aguardado sucessor de "Reign Supreme", lançado em 2012.(...)

Novembers Doom - Novo álbum disponível para audição na íntegra

O novo álbum dos norte-americanos Novembers Doom, intitulado "Hamartia", é lançado hoje pela The End Records. Este trabalho pode ser ouvido na íntegra através desta ligação. (...)

SWR Barroselas Metalfest XX - Horários das atuações

Ampliando a imagem acima, é possível conhecer o horário de atuação de cada uma das bandas que irá compor o SWR Barroselas Metalfest XX. Recorde-se que o festival ocorre entre os dias 27 e 30 de Abril, em Barroselas. (...)

Tony Iommi está a trabalhar em novo material de Black Sabbath

O já conhecido guitarrista dos Black Sabbath, Tony Iommi confirmou em entrevista que está neste momento a juntar e trabalhar o som do último concerto que a banda deu, em Birmingham, e também há rumores(...)

Tankard lançam novo vídeo com letra

Os Tankard lançaram um novo video com letra para a música "Arena Of The True Lies", que fará parte do seu sétimo álbum de estúdio, "One Foot In The Grave"(...)


O início de "Parades" poderá assustar os desprevenidos. Para esses só podemos dizer - tarde mais é certo - não, não é o regresso dos Animals com a versão da música que mais lhes deu fama, "The House Of The Rising Sun", embora tal possamos jurar apenas por esses breves segundos. E se no início parecia uma coisa, lá mais para o fim e muito graças à guitarra cheia de reverb, já parece outra, neste caso, os Shadows. É com este instrumental que o álbum de regresso dos Herms, após dez anos de ausência se inicia, um álbum que promete trocar as voltas aos que já não estão habituados ao seu som.

Isto porquê? A seguir à tal intro tão díspar, temos logo "Ready/Set '94" que traz bem mais barulho, distorção e sujidade, mas não esquecendo a condição de fazer soar como se estivessemos na década de sessenta. Esta característica é aquela que mais podemos encontrar ao longo deste trabalho, apesar de todas as (muitas dinâmicas) que encontramos aqui. Isto é mais visível numas faixas (como a "General Jack" que poderia muito bem ter sido escrita por uns The Beatles, se tivessem começado uns anos mais tarde e a usar já no início de carreira as drogas que começaram a usar mais no final), que outras ("Cold Residence", uma espécie de Frank Zappa ainda mais alucinado e muito mais monocórdico.

Já estão a ver o caminho para onde esta análise vai dar não estão? Para lado nenhum, porque os Herms trocam-nos as voltas, pelo que se não é possível analisá-los ao pormenor (isto para chegar a alguma conclusão) teremos que nos afastar um pouco e ser um pouco mais genéricos. Podemos encontrar aqui uma mistura de eras. Como se a década de sessenta e todo o seu psicadelismo se fundissem com o a esquisitice que o new wave, ou pós-punk produziu, sem esquer mesmo uma costela aqui e ali punk, um experimentalismo de garage rock em forma de surf music - principalmente pelos tiques da guitarra.

Resumindo, passa-se aqui muita coisa estranha que o pessoal do metal simplesmente não terá paciência ("Sounds Below" e "Veloxer" são apenas mais dois exemplos) e que mesmo que tenha paciência para ouvir, não terá a energia para o ouvir frequentemente. Interessante como são conjugadas uma série de estilos diferentes, mais interessante que as músicas em si, e quando assim é... está tudo dito.


Nota: 5/10

Review por Fernando Ferreira