• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


O quê?! Os Running Wild estão de volta ao power metal fantástico da década de oitenta? Ah, não, é "apenas" o oitavo álbum dos Lonewolf, um dos nomes mais batalhadores do power metal francês do novo milénio. É que a intro da "A Call To Wolfes" e até o refrão da primeira música que lhe surge pegada é tipicamente Running Wild e levou-nos ao engano. Não é que nos queixemos, até porque o resultado final é muito bom e até se aproxima do heavy metal clássico - apesar do teor alegre de alguns dos leads ou melodias que se podem encontrar em músicas como "Keeper Of The Underworld".

No entanto, para quem aprecia heavy metal como manda a lei, não será muito difícil de satisfazer. Basta riffs bem raçudos como aqueles que encontramos numa "Demon's Fire", refrões como os de "Until The End" e "Rise To Victory" e solos como os que andam pelo tema título e ficará certamente de barriga cheia. Se por vezes nos parece simplista demais e não totalmente eficaz como a "When The Angels Fall" que acaba por soar um pouco banal embora o solo de guitarra seja bastante viciante, noutras acertam mesmo em cheio como na "In The Blizzard.

É um álbum digno do legado da banda e que poderá servir para que ela suba mais uns degraus na escada do reconhecimento do heavy/power metal europeu e que preenche na perfeição os requisitos dos aficionados. Podem até nem ter uma identidade muito bem definida ou não conseguir soar totalmente imunes ao que já foi feito anteriormente - até porque a voz de Jens Börner é muito parecida com a de Piet Sielck dos Iron Savior, além das piscadelas aos Running Wild na parte instrumental - mas a sua música tem definitivamente qualidade. Recomendado para fãs de heavy/power metal.


Nota: 7.8/10

Review por Fernando Ferreira