• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


De vez em quando encontramos descrições de bandas no Metal Archives que nos deixam abismados, ou então somos nós mesmo que estamos a ver a coisa mal. Os finlandeses Seratonin Syndrome estão descritos como pós-metal/rock quando nós poderíamos jurar de que se trata mesmo de death/doom emocional. Em defesa do site, a descrição vem da própria banda que diz combinar death metal com rock alternativo e pós-metal. Categorias e rótulos aparte, este trabalho é uma excelente proposta que agradará a todos os que gostam de sonoridades de bandas como Before The Rain ou My Dying Bride ou seja, todos os que gostam daquele doom metal melancólico mas sem perder o peso de vista.

Ao longo de cinco temas de duração acima da média (o mais pequeno tem seis minutos e meio, enquanto o maior tem quase dois) somos transportados para uma viagem emocional que queremos repetir várias vezes - isto contrastando com o espírito sugador de energias que maior parte das propostas no género mais emocional do doom têm - e é algo que quase todas as músicas, na sua generalidade promovem. Quase todas as músicas deixam o ânimo lá em cima. Quase, porque temos o peso fantástico da "My Boat Is Filled With Blood" que é bem opressiva - de uma maneira positiva, se é que isso é possível. Ainda assim, é uma abordagem que não se revela tão vencedora por ser precisamente o que se espera neste género.

O âmbito geral é, no entanto, aquele que citámos atrás e esse que se torna viciante e que torna este segundo trabalho da banda finlandesa algo a ouvir daqui a uns tempos com a mesma intensidade tal como a ouvimos agora. Não vamos esconder que a razão de gostarmos tanto deste trabalho é por nos remeter para os tempos áreos do death/doom mais melancólico. Não há nada de errado com isso, afinal a banda não surge aqui a copiar ninguém e consegue mais do que recriar alguma música em específico, consegue capturar um ambiente que se julga perdido no tempo e confinado a algumas obras-primas do passado. Aqui está mais uma para a lista.


Nota: 8.6/10

Review por Fernando Ferreira