• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Process Of Guilt - Black Earth


Dephosphorus - Impossible Orbits


Samsara Blues Experiment - One With the Universe


Æther Realm - Tarot


Psygnosis - Neptune


Schammasch - The Maldoror Chants: Hermaphrodite


Altar of Betelgeuze - Among The Ruins


Nargaroth - Era of Threnody


Condor - Unstoppable Power


Holy Blood - Glory to the Heroes


The Flight of Sleipnir - Skadi


The Obsessed - Sacred


Necroblood - Collapse of the Human Race


Full of Hell - Trumpeting Ecstasy


Funeralium - Of Throes And Blight


Nightbringer - Terra Damnata


The Sarcophagus - Beyond This World's Illusion


Chaos Synopsis - Gods of Chaos


Farsot - Fail.Lure


Unearthly Trance - Stalking the Ghost


Daemon Forest - Dissonant Walk


The Ruins of Beverast - Exuvia


Novembers Doom - Hamartia


Funeral Tears - Beyond The Horizon



Summoner - Beyond the Realm of Light

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Queens of the Stone Age confirmados no NOS Alive'18

Os Queens of the Stone Age foram confirmados para a próxima edição do NOS Alive, que vai ocorrer entre os dias 12 e 14 de Julho de 2018(...)

Under The Doom V anuncia um cancelamento e respetiva substituição

O cartaz do Under The Doom V, que vai ocorrer entre os dias 30 de Novembro e 2 de Novembro, acaba de sofrer uma ligeira alteração. Os franceses Funeraliumoi (...)

Corrosion Of Conformity lançam novo álbum em Janeiro

Os americanos Corrosion Of Conformity estão a preparar-se para lançar, a 12 de Janeiro, o seu novo álbum “No Cross No Crown”, pela Nuclear Blast Entertainment. (...)

SWR Barroselas Metalfest revela primeiras confirmações

O festival SWR Barroselas Metalfest anunciou hoje as primeiras confirmações para a edição do próximo ano. O evento, que vai ter lugar de 27 a 29 de Abril(...)

Graveyard em Portugal - Revelada banda de abertura

Como é sabido, os suecos Graveyard vão atuar na sala Lisboa Ao Vivo, já no próximo dia 25 de Novembro. Os portugueses(...)


Skeletoon é um nome estranho mas bem caçado. O trocadilho poderá parecer parvo (e é parvo) mas se tivermos em conta o estilo, até nem se estranha. A banda italiana toca power metal na sua vertente mais light e mais próxima do eurometal (uma balada como "Bad Lover" parece saída das fases mais desinspiradas da cena glam), embora também seja capaz de potência como as malhonas "Heavy Metal Dreamers", "Heroes Don't Complain" e "What I Want" bem comprovam, impressionando pelo poderio da parte rítmica com a bateria a assumir o natural destaque.

Sendo o primeiro álbum, encontramos muita margem para manobra mas também não nos é possível deixar de pensar que este é o estilo da banda e que ele já está muito bem definido e acente. Nada de errado quanto a isso, o único problema é que este é mesmo o tipo de sonoridade que fez com que o género começasse a sucumbir sobre si próprio uma década atrás. As soluções melódicas acabam por parecer todas músicas de pop europeu da década de oitenta - nada de errado em relação a isso, somos viciados neste tipo de melodias ou não fossemos nós crianças dessa mesma década - o que por vezes poderá enjoar os mais sensíveis (ou insensíveis, conforme a perspectiva). Mas o problema é mesmo a apetência por as baladinhas que não interessam nem ao menino Jesus (como a "Hymn To The Moon") ou as músicas banais como a "Joker's Turn" que vão buscar aquilo que os Edguy têm de mais irritante, ou ainda os gamanços descarados a Helloween" como o tema-título.

Os álbuns de estreia podem ser divididos em dois grupos: aqueles que impressionam e aqueles que passam ao lado. "Curse Of The Avenger" passa ao lado, tal como muitos outros álbuns de estreia e quem sabe, a banda italiana nos venha a surpreender tal como os Edguy fizeram com o segundo e terceiro álbum. O futuro está em aberto e para os Skeletoon ainda existe esperança que apresentem algo realmente forte e não apenas remendos de um passado que poucos se querem lembrar.


Nota: 6/10

Review por Fernando Ferreira