• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Primeiro de três de rajada. Poderá parecer algo estranho mas serve para nos orientarmos um pouco. A Pelagic Records decidiu reeditar os três últimos álbuns da entidade israelita conhecida como Tiny Fingers em vinil e este é o primeiro dos três álbuns, que, curiosamente, corresponde ao terceiro trabalho da banda, originalmente editado em 2012. Para quem não os conhece, a banda são um dos pioneiros de música alternativa e experimental em Israel, que tanto vai buscar o melhor da tradição da música psicadélica da década de setenta como também o conciliação com música electrónica e mais moderna.

“Megafauna”, como já dissemos, foi lançado em 2012, tendo sido gravado em estúdio, sem qualquer tipo de overdubs ou qualquer outro trabalho de estúdio, apesar de ter um som bem limpo e cristalino, dentro dos padrões do género. É uma boa oportunidade para se ficar a conhecer uma das entidades mais aventureiras do médio oriente. Tendo sido gravado, como já dissemos, de rajada e ao vivo, no estúdio, este trabalho flui como uma só peça dividida em nove partes.

Um nome que nos ocorre é o de Goblin, talvez pela forma como os teclados são usados, embora existam por aqui muitas mais referências, no entanto, o que importa salientar é que a música convida à viagem e já lendária a nossa apetência para sair do corpo e viajar e de louvar as músicas que convidam a isso mesmo. “Megafauna” não tem nenhuma faixa que se destaque porque é uma obra que deve ser apreciada como um todo e ouvida da mesma forma. Para quem não conhece, está aqui um excelente ponto de entrada.

Nota: 8/10

Review por Fernando Ferreira