• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Os Heavenwood estão a atravessar um excelente momento na sua carreira, mostrando e provando de que a perseverança compensa aqueles que não param de lutar por aquilo que acreditam. A banda lançou dois excelentes álbuns, incontornáveis no panorama nacional e internacional dentro do género do metal gótico mais pesado e acabou por colapsar devido a uma série de problemas internos e externos à banda. No entanto, e para alegria de muitos fãs inconformados com o fim inglório da banda, temos aqui este “Redemption” que marcou o regresso da banda à vida, sendo um álbum extremamente importante já que marca um novo começo, que em alguns aspectos, para a banda, foi quase como começar do zero após alguns anos de ausência.

Criativamente, “Redemption” é alheio a tudo isto e mostra-se bastante sólido, com fome de mostrar novamente aquilo que a banda já tinha provado (logo no excelente e clássico imortal “Diva”). Segue a tradição de “Swallow” no que diz aos convidados de luxo, tendo aqui a guitarra de Gus G. (Firewind e Ozzy Osbourne) na “One Step To Devotion”, a guitarra de Jeff Waters (Annihilator) na Bridge To Neverland, a voz de Tijs Vanneste (Oceans Of Sadness) na “Obsolete” e a voz de Liv Kristine (ex-Theatre Of Tragedy e ex-Leave’s Eyes) na “Scent In The Spiral” mas segue por um caminho mais moderno ou actual do que o anterior álbum de originais mostrando-se mais pesado.

Também tem que ser salientada a participação de Daniel Cardoso na bateria e na cadeira de produtor que em muito contribuiu para que o som fosse tão potente, sendo que a mistura e masterização ficou a cargo do mítico Jens Bogren. É um álbum ambicioso que tem a apoiá-lo matéria prima forte o suficiente para suster essas mesmas ambições. Passados quase dez anos desde o seu lançamento, nenhuma destas músicas mostra sinal de cansaço ou envelhecimento. Depois de voltarem à casa de partida, a Massacre Records, “Redemption” tem finalmente o tratamento que merece e estará disponível para muitos mais fãs por todos os cantos do mundo. A justiça tardou mas felizmente não falhou.


Nota: 8.6/10

Review por Fernando Ferreira