• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes

The V - Now Or Never


Zandelle - Perseverance


Defect Designer - Ageing Accelerator


Noctum - Until The... Until The End


Sinister - Dark Memorials


Shape - Crossing Roads


Luca Turilli's Rhapsody - Prometheus Symphonia Ignis Divinus


Harmony - Theatre Of Redemption


Watertank - Destination Unknown


Stormhammer - Echos Of A Lost Paradise


The Bridsmaid - Grayson


Slug Comparison - Slug Comparison


Ectovoid - Dark Abstraction


Paradise Lost - The Plague Within


Orakle - Éclats


My Hollow - On Borrowed Time


Powerwolf - Blessed And Possessed


Russkaja - Peace, Love & Russian Roll


Chaos Magic - Chaos Magic


Deadspace - The Promise Of Oblivion


Natural Information Society & Bitchin Bajas -Automaginary


Leah - Kings And Queens


Dimino - Old Habits Die Hard


To/Die/For - Cult


On Top - Topless


Aponkatation - Conquerors Beyond The Stars


As Light Dies - Gea


Enforcer - From Beyond


Corpse Garden - Entheogen


Sacrilege - Six6Six


Blizzard Hunter - Heavy Metal To The Vein


Ultimate Holocaust - Blackmail The Nation


Ossicles - Mantelpiece


Xandria - Fire & Ashes


Yes - Like It Is - At The Mesa Arts Center


Timecop1983 - Reflections


Thy Art Is Murder - Holy War


Old Graves - This Ruin Beneath Snowfall


Sacrilege - Ashes To Ashes

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



















Novidades sobre os nacionais D U M

O projeto nacional idealizado no longínquo ano de 2005 por Augusto Peixoto (Head:Stoned), começa agora a dar frutos. Os nacionais D U M, preparam-se para lançar um novo

Megadeth - Dave Mustaine justifica alterações na formação da banda

Após a recente substituição do guitarrista Chris Broderick por Kiko Loureiro (Angra) e do baterista Shawn Drover por Chris Adler (Lamb of God), Dave Mustaine, vocalista/guitarrista/líder dos míticos (...)

Vagos Open Air - Horários de actuação das bandas já disponíveis

Os horários de atuação e a distribuição do cartaz desta edição do Vagos Open Air por dias já se encontra disponível. Os horários dos concertos estão(...)

Amplifest 2015 - Novidades no cartaz

O projeto a solo de Mathieu Vandekerckhove - guitarrista fundador dos Amenra (que de resto também irão atuar no festival) e os WIFE (projeto de James Kelly dos Altar Of Plagues) (...)

Warm Up Moita Metal Fest 2016 - Cartaz completo

Anteriormente, foi dado a conhecer que os alemães Dew-Scented seriam os cabeças-de-cartaz para o Warm Up Moita Metal Fest, que irá decorrer no dia 13 de Novembro(...)


Mais uma banda que batalhou e batalhou até ver o seu esforço recompensado ao encontrar uma editora que apostasse nela. Os franceses Gut Scrappers ouviram muito AC-DC, Aerosmith e do glam rock mais cru de Los Angeles e o resultado é este "Gimme Your Soul", lançado em edição de autor em 2012 e reeditado este ano pela Pure Steel Publishing.

Apesar das músicas cumprirem os requisitos mínimos, com boas guitarras, solos inspirados, o problema recai na voz e nas letras. A abertura do álbum fica a cargo de "Cheers Motherfuckers", refrão que é repetido até à exaustão com um inglês cheio de sotaque que NÃO é uma vantagem. É a voz que faz com que todas as músicas pareçam a mesma, pelo menos enquanto o vocalista Thierry Pitarch abre a boca. Há faixas em que mesmo quando isso acontece, somos capazes de ouvir hard rock de qualidade, como na faixa "Angry", que tem uma espantosa parte instrumental, com um grande solo.

O que faz lembrar algo. Se bandas instrumentais, começam a experimentar a compôr com vocalistas, como os Karma To Burn ou os The Ocean, bem que os franceses poderiam fazer o caminho inverso e começar a compôr álbuns instrumentais. De certeza de que o saldo seria bem mais positivo. Não deixa de ser um bom álbum de hard rock mas é sem dúvida limitado pela voz do vocalista, que em termos de timbre não é desagradável de todo, uma voz rouca que se enquadra bem no estilo, mas o sotaque e letas... deixam muito a desejar.
 
Nota: 6.5/10

Review por Fernando Ferreira