• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Cinco minutos e quarenta e um segundos. Sabem o que representa cinco minutos e quarenta e um segundos? A duração do primeiro tema de “The Full Moon Sessions”, “Oppressor Of The Underworld” e também o tempo que demora passar de boa disposição e desejar pela morte. A explicação que conseguimos encontrar para tal facto não é difícil de perceber. Aquilo que a dita faixa – e já agora todas as seguintes desta compilação – deixa a nu é um misto de death/black/thrash do mais cru e primitivo possível, mas de uma forma dolorosamente principiante.

Não negamos que este tipo de abordagem à música possa reunir alguns interessados  principalmente aqueles que ficaram perdidos pela década de oitenta, nos primeiros trabalhos de Kreator, Sepultura, Hellhammer, Sarcofago e o outros que tais. Sendo este mais um trabalho de resgate da Vic Records pelo underground holandês é de esperar que se tenha aqui algo das profundezas mas tendo em conta que esta compilação reúne as demos (“Promo’ 95”, “Taking The Throne” e “The Ultimate Blasphemy”) lançadas originalmente em 1995 e que conta com algum pessoal experiente no underground holandês.

Tal como outras reedições/compilações/recuperações do passado efectuadas pela Vic Records nos últimos tempos, este seria um CD que o mundo poderia passar bem sem. Não acrescenta nada mesmo para aqueles que são interessados pelo factor histórico. Tendo em conta o ano de lançamento original, é como alguém encontrar numa lixeira uma lata de Coca-Cola banal e coloca-la num museu em exposição. Era desnecessário.


Nota: 3/10

Review por Fernando Ferreira