• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Após uma primeira parte, espera-se sempre uma segunda. Não se esperava era tão cedo. A banda de metal progressivo alemã que tinha um ritmo de lançamento de um novo álbum a cada quatro anos, regressa apenas um ano depois após o excelente “Chronicles Of the Immortals: Netherworld (Path 1)”, com a segunda parte da história iniciada em 2014. Relembrando capítulos de cenas passadas, este projecto é elaborado em conjunto com o escritor best-seller Wolfgang Holhbein, depois do mesmo ter sido adaptado para o teatro de forma bem sucedida, empreitada que contou com a participação de Andy Kuntz, o vocalista dos Vanden Plas. E o resto é história.

Para se ser sincero, e ao contrário do que acontece normalmente com os álbuns conceptuais, este é um álbum cuja história não é o principal ponto, pelo menos perante a música. Qualquer álbum que dos Vanden Plas, mesmo que seja um trabalho conceptual sobre a história de um caracol a atravessar a estrada de um deserto alentejano e as dificuldades que tem para não cozer nos asfalto. E este é um ponto inabalável. Para brinde, o conceito em causa não envolve tal tarefa hercúlea por parte de um simpático rastejante, o que torna este álbum ainda mais saboroso de ouvir.

Mais do que focar a sua atenção numa narrativa e descurar a parte musical, ou focar a atenção na exibição das suas imensas habilidades musicais, este é um trabalho de equilíbrio de mestre em que a banda foca a sua atenção em criar músicas de extremo bom gosto, mesmo que isso inclua um épico gigante como “Blood Of Eden” com os seus treze minutos ou baladas singelas como a emocional “Where Have The Children Gone”. Esta riqueza é a marca registada da banda que continua intacta aqui. Os Vanden Plas continuam A banda de topo da Alemanha no que ao metal progressivo diz respeito e também uma das maiores a nível europeu, embora para isto não fosse necessária a confirmação deste que é o seu oitavo álbum de originais.


Nota: 8.5/10

Review por Fernando Ferreira