• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Com “Arms Of Strangers”, principalmente o seu início, poderá ficar-se com a ligeira sensação de que se está de volta ao final da década de oitenta. O que para os saudosistas deve ser fantástico, embora se formos a falar de apetência para o retro, neste momento as coisas andam mais para os lados da década de setenta do que propriamente a década de oitenta. E é mesmo o caso de saudosismo porque “Evil Undertow” grita ao passado como se ele estivesse ali ao lado – e este passado está cada vez mais longe – e poderá ter algumas dificuldades em conseguir agradar à generalidade dos apreciadores de música pesada.

Com a referida primeira faixa deste trabalho, o sentimento descrito atrás é fortíssimo, embora nos faça lembrar uma outra banda que o referido sentimento poderá não preencher: Royal Hunt, nitidamente mais contidos nos teclados. De qualquer forma, e comparações aparte, é um tema que nos faria esperar ser oriundo de qualquer parte do mundo, menos da Finlândia. Remete-nos mesmo para o imaginário mais glam norte-americano, mesmo que não sofra das maleitas ou limitações comuns ao estilo. Independentemente de tentar dissecar o estilo, o que temos é algo que se ouve muito bem.

Temos refrões apelativos, solos de bom gosto, arranjos de teclados à la eighties, uma voz também reminiscente desses tempos e uma aura geral que nos faz pensar nos momentos mais clássicos de bandas como Rainbow, Alcatrazz e os próprios Royal Hunt. Algumas das melodias tornam-se fortes dentro do ouvinte logo à primeira, como se já as conhecêssemos, carregando nos botões certos da nostalgite aguda dentro de cada um de nós e não abusando desse “truque”. É um álbum que os apreciadores da facção mais melódica do hard rock definitivamente gostarão sem qualquer problema. Se não for à primeira audição, será certamente à segunda.


Nota: 7/10

Review por Fernando Ferreira