• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Iron Reagan - Crossover


Lich King - Omniclash


Demonic Resurrection - Dashavatar


Black Anvil - As Was


Benighted - Necrobreed


Mechina - As Embers Turn To Dust


Adamantine - Heroes & Villains


Barathrum - Fanatiko


Persefone - Aathma


Blame Zeus - Theory Of Perception


Kreator - Gods Of Violence


Lock Up - Demonization


Obituary - Obituary


H.O.S.T. - Bastard Of The Fallen Thrones


Antropomorphia - Sermon Ov Warth


Fall From Perfection - Metamorph


Pallbearer - Heartless


Mastodon - Emperor Of Sand


wolfheart - Tyhjyys


Sinister - Syncretism


Primal Attack - Heartless Oppressor


Grog - Ablutionary Rituals

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Dying Fetus revelam detalhes do novo álbum

Os Dying Fetus vão lançar o seu novo álbum, "Wrong One To Fuck With", a 23 de Junho pela editora Relapse Records, e será o tão aguardado sucessor de "Reign Supreme", lançado em 2012.(...)

Novembers Doom - Novo álbum disponível para audição na íntegra

O novo álbum dos norte-americanos Novembers Doom, intitulado "Hamartia", é lançado hoje pela The End Records. Este trabalho pode ser ouvido na íntegra através desta ligação. (...)

SWR Barroselas Metalfest XX - Horários das atuações

Ampliando a imagem acima, é possível conhecer o horário de atuação de cada uma das bandas que irá compor o SWR Barroselas Metalfest XX. Recorde-se que o festival ocorre entre os dias 27 e 30 de Abril, em Barroselas. (...)

Tony Iommi está a trabalhar em novo material de Black Sabbath

O já conhecido guitarrista dos Black Sabbath, Tony Iommi confirmou em entrevista que está neste momento a juntar e trabalhar o som do último concerto que a banda deu, em Birmingham, e também há rumores(...)

Tankard lançam novo vídeo com letra

Os Tankard lançaram um novo video com letra para a música "Arena Of The True Lies", que fará parte do seu sétimo álbum de estúdio, "One Foot In The Grave"(...)


Lembram-se dos Dimmu Borgir? Ali por alturas do “Enthrone Darkness Triumphant” ou, máximo dos máximos “Spiritual Black Dimensions”? É por aí que esta estreia dos Images At Twilight se baseia. Se juntarmos Bal-Sagoth por alturas do "Black Moon Broods Over Lemuria" e os primeiros trabalhos de Anorexia Nervosa, a comparação fica perfeita. Traduzindo para quem não conheça os álbuns ou os grupos em questão, temos black metal vitaminado praticamente afogado em pistas de teclados. Pela descrição já deverão ter notado de que se trata de um problema. Não é um problema muito grave mas é efectivamente um problema.

A questão acaba por ser o facto das músicas serem demasiado bombásticas. Demasiado..."muita-coisa-a-acontecer-ao-mesmo-tempo". Também têm um pouco um sindrome "S & M" dos Metallica, onde por vezes as orquestrações e as guitarras, baixo e bateria parece que não se conjugam da melhor forma. Juntando isso ao facto das faixas, exceptuando pela "Created To Destroy" (que também é um interlúdio instrumental e orquestral), serem todas superiores a seis minutos, estão reunidas as condições para que se tenham um daqueles álbuns que ainda não chegou a meio e já se está cansado. Tendo ainda em conta que são sessenta e oito minutos de música, o tempo começa a passar mais devagar enquanto estamos a ouvir "Kings".

Acrescentando o facto de que se trata de um álbum onde temos, aparentemente, duas histórias. O curioso é que os diversos capítulos, de ambas as histórias, surgem misturadas e por ordem diferente. Ou seja, sabemos que neste tipo de música, é complicado seguir qualquer história que seja, mas pelo menos poderíamos fingir que estávamos a seguir a narrativa. Verdade seja dita que musicalmente dificilmente existe qualquer distinção entre as diversas faixas. Apesar da riqueza inegável da música, torna-se difícil de apreciar em todo o seu esplendor sendo demasiado para que o ouvinte se consiga inteirar de uma vez só. Não fosse o facto de ser algo cansativo, poderia ser um ponto positivo. Neste caso, falta ligeiramente a paciência para se conseguir apreciar na totalidade.

 
Nota: 6/10

Review por Fernando Ferreira