• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Aí potência danada! "Spinstress" arrebenta com as colunas com um som bem baçudo, com os graves bem reforçados e com uma potência que faz com que o heavy metal dos norte-americanos Power Theory pareça passar as fronteiras para o power metal - power metal vertente norte-americana e não propriamente a facção mais melódica e happy típicamente europeia. A banda surge ao terceiro trabalho como um poço de força que impressiona em menos de quarenta minutos, do início ao fim. Optando por um registo mais midtempo, mas com dinâmicas suficientes para não se tornar aborrecido, temos nove músicas (ou oito mais uma intro) que dificilmente os fãs de heavy/power metal norte-americano colocarão defeitos.

Instrumentalmente muito forte - principalmente aquele baixo, parece uma bulldozer, mas não admira já que a produção esteve a cargo de Peter Baltes, baixista dos Accept, nome que é natural de surgir como influência - com um som a conduzir e uma voz cheia de raça, está aqui um excelente terceiro álbum e se ao terceiro temos a carreira definida, então não existem quaisquer dúvidas em relação à qualidade do heavy metal do banda. Talvez se possam queixar os mais cépticos pela forma como as musícas não conseguem marcar de uma forma mais rápida e profundamente.

Efectivamente essa pode ser uma consequêndia deste trabalho, mas também é verdade que quem gosta de heavy metal não precisa de grande coisa para ser convencido. Guitarras altas, bateria e baixo possantes e uma voz a comandar as operações com firmeza - voz essa que por aqui anda entre um Udo Dirkschneider, um Blaze Bailey e um Rob Halford a cantar vários tons abaixo. Aliás, Judas Priest é um nome que surge recorrentemente em faixas como "The Truth Shall Set You Free" e "Long Hard Road", mas não se pode dizer que se trata de uma banda rip-off. os Power Theory vivem dos seus próprios méritos que são mais que muitos. Um álbum recomendado a todos os fãs de heavy metal bruto!


Nota: 7/10

Review por Fernando Ferreira