• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Não é preciso um doutoramento em física quântica para perceber que o negócio dos Razor Rape é o grindgore. Seja pelo título do álbum, das músicas ou mesmo da música em si como um todo, todos os botões certos são carregados. Este é um estilo muito esgotado, não por culpa do mesmo, mas pela quantidade rídicula de bandas underground que usam vezes sem conta as mesmas soluções. Antes que nos entusiasmemos todos, não é o caso dos Razor Rape. Quer dizer, pelo menos não inteiramente, havendo alguns pormenores que não nos soam totalmente bem.

"Bonesaw Facefuck" abre as hostilidades e revela grande parte do que falámos atrás. Por um lado, em termos de abordagem vocal, é exactamente o que se esperaria, com a voz extremamente grave e a soar próximo do grunhido de porco. Por outro, uma dinâmica a nível de guitarras que faz com que este trabalho se torne muito mais interessante. É certo que também temos os riffs do costume como nas "Vomit Drenched In Mucus" e "Bitch Butcher Boogie", daqueles que já`andamos a ouvir em loop desde 1998, mas esses felizmente são a minoria.

Os Razor Rape provam com este "Orgy In Guts" que é possível fazer algo de válido e interessante, bastando não ceder aos lugares comuns, ou seja, cumpre com os requisitos básicos do género mas ainda assim apresenta algo de minimamente interessante, com um pezinho ou outro no death metal. Não será a melhor coisa que o género viu nos últimos tempos, e até é daquelas bandas que resulta mais ao vivo, com umas cervejas na cabeça do que propriamente num disco para pegar de vez em quando, mas ainda assim este trabalho ouve-se bem, com algumas excepções. Um dos melhores momentos acaba por ser a roqueira "Tennis Racket God", o que também já diz um pouco. Ou tudo.


Nota:
6/10


Review por Fernando Ferreira