• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Segundo álbum da banda francesa de doom metal atmosférico, Ixion. Quando se pensa em doom metal atmosférico tem-se tendência a pensar em algo new age, com um som bastante etéreo. Não é o que temos aqui, mas sem dúvida que a música que abre o álbum, "Ghost In The Shell", evidencia logo uma ambiência que faz com que qualquer um que goste de viajar fique imediatamente fascinado. Um primeiro grande tema que deixa logo desarmados os mais pessimistas aqueles que pensam que vão apanhar uma seca de todo o tamanho. Pelo contrário, muito pelo contrário. O que temos aqui é uma grande viagem, de qualidade indiscutível.

A voz é gutural e profunda - se estamos a falar daquele doom que tem por base os Anathema, Paradise Lost e My Dying Bride, a voz soa mesmo bem é gutural profunda - embora existam algumas passagens onde as vozes limpas surgem e dá um colorido interessante (e por vezes inesperado como a "Allegiance" que vai buscar ao mundo gótico os seus melhores elementos). Esta variedade tem como base três vozes diferentes, cada uma delas por cada elemento da banda: Julien Prat, responsável por todos os instrumentos e voz; Thomas Saundray, teclados e voz e Yannick Dilly, exclusivamente nas vozes limpas.

O uso de sintetizadores faz com que por vezes o som seja bastante clássico, uma espécie de Emerson, Lake & Palmer mais contidos, mas é também o elemento que permite trazer mais variedade às músicas, que tendo um andamento mais compassado, tinham tudo para se tornar aborrecidas. O que quer dizr que "Enfant De La Nuit" pode ser ouvido mesmo por aquelas pessoas que não apreciam doom, isto se gostarem de pistas e pistas de teclados. Intenso, viajante e inesperadamente viciante. Muitas razões para pegar neste trabalho durante os próximos meses.


Nota:
8.5/10


Review por Fernando Ferreira