• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Black metal ambiental poderá ser considerado o black metal dos mariquinhas mas quem diz isso é preconceituoso e não percebe lhufas daquilo que é música. É certo que o género esteve parcialmente na base daquilo que entendemos como pós-black metal e que como todas as pragas musicais, parte sempre de algo bom, no entanto não devemos generalizar (ou não deveríamos nunca). Da Escócia chega-nos Fuath, uma one-man-band que ter por trás Andy Marshall, o génio (qualificação mais que justificada pelo seu trabalho) responsável por SAOR.

Com Andy Marshall a coleccionar one-man-bands como o Donald Trump parvoíces, ficamos na dúvida se este projecto realmente se justifica. Não é preciso ouvir muito destes quatro temas para chegarmos à conclusão que sim. Com uma abordagem mais minimalista e repetitiva mas igualmente intensa. O apelo melancólico também é superior ao que encontramos nas outras entidades do músico, o que perfaz uma fórmula que apesar de ser longe de ser nova, não deixa de ser eficaz.

Quatro longos temas, todos a rondar os dez minutos de duração, este é um trabalho que poderá irritar aqueles que gostam de coisas mais efectivas, mais directas. Também poderá irritar pelo uso da repetição, no entanto, a forma como sentimos “I” é como se fosse um mantra musical. Por cada música temos uma melodia que se destaca e é destacada até à exaustão e é uma melodia sempre a apelar à melancolia épica, no entanto, não chegando propriamente a cansar porque acaba por embalar o ouvinte e transportá-lo numa viagem pelo seu próprio interior.

Muito espiritualismo? Talvez, mas porque é que a música não deve ser uma experiência espiritual?


Nota: 9/10

Review por Fernando Ferreira