• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Os Good Tiger são um daqueles grupos que surgem num momento e passado pouco tempo já têm álbum de estreia pronto a rebentar. Formados em 2015 pelos guitarristas Derya "Dez" Nagle e Joaquin "Jo" Ardiles dos The Safety Fire, a banda reuniu ainda o vocalista Elliot Coleman dos Tesseract, o baixista Morgan Sinclair dos Architects UK e o baterista dos Alex Rüdinger dos The Faceless, Conquering Dystopia entre outros e lançou uma campanha de crowdfunding que conseguiu reunir quase quarenta e seis mil dólares para a gravação de um novo álbum. De excitação em excitação, ei-los na Metal Blade prontos para conquistar o mundo.

Apesar de alguns dos nomes envolvidos, não é a típica proposta de metal nem agradará à primeira audição ao típico fã de metal. Complexa - principalmente ao nível da bateria, fantástica e cheia de detalhes e dinâmicas, sendo que as guitarras não se ficam muito atrás - mas ao mesmo tempo (altamente) melódica, é uma mistura que não surpreenderá se levar por esse mundo fora de progressiva. Entrando no mundo perigoso das comparações, seria como ter uma banda de rock alternativo a soar mais complexa e ao mesmo tempo pesada - resistimos à tentação de citar nomes que só poderiam levar à discórdia.

"Where Are The Birds", "I Paint What I See" e "Aspirations" são bons exemplos de como a banda consegue juntar peso, complexidade e uma melodia própria de propostas mais pop - principalmente pela abordagem da voz por parte de Elliot Coleman que é desconcertante, recorrendo apenas algumas, poucas, vezes a tonalidades mais agrestes. Talvez, tal como referido no início, não seja a sonoridade mais cativante para quem gosta da boa e velha metalada, mas para quem tem gostos mais abrangentes e aprecie desafios, poderá acabar a ouvir mais vezes do que à partida seria de supor desta estreia.


Nota: 7/10

Review por Fernando Ferreira