• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


Os Good Tiger são um daqueles grupos que surgem num momento e passado pouco tempo já têm álbum de estreia pronto a rebentar. Formados em 2015 pelos guitarristas Derya "Dez" Nagle e Joaquin "Jo" Ardiles dos The Safety Fire, a banda reuniu ainda o vocalista Elliot Coleman dos Tesseract, o baixista Morgan Sinclair dos Architects UK e o baterista dos Alex Rüdinger dos The Faceless, Conquering Dystopia entre outros e lançou uma campanha de crowdfunding que conseguiu reunir quase quarenta e seis mil dólares para a gravação de um novo álbum. De excitação em excitação, ei-los na Metal Blade prontos para conquistar o mundo.

Apesar de alguns dos nomes envolvidos, não é a típica proposta de metal nem agradará à primeira audição ao típico fã de metal. Complexa - principalmente ao nível da bateria, fantástica e cheia de detalhes e dinâmicas, sendo que as guitarras não se ficam muito atrás - mas ao mesmo tempo (altamente) melódica, é uma mistura que não surpreenderá se levar por esse mundo fora de progressiva. Entrando no mundo perigoso das comparações, seria como ter uma banda de rock alternativo a soar mais complexa e ao mesmo tempo pesada - resistimos à tentação de citar nomes que só poderiam levar à discórdia.

"Where Are The Birds", "I Paint What I See" e "Aspirations" são bons exemplos de como a banda consegue juntar peso, complexidade e uma melodia própria de propostas mais pop - principalmente pela abordagem da voz por parte de Elliot Coleman que é desconcertante, recorrendo apenas algumas, poucas, vezes a tonalidades mais agrestes. Talvez, tal como referido no início, não seja a sonoridade mais cativante para quem gosta da boa e velha metalada, mas para quem tem gostos mais abrangentes e aprecie desafios, poderá acabar a ouvir mais vezes do que à partida seria de supor desta estreia.


Nota: 7/10

Review por Fernando Ferreira