• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Process Of Guilt - Black Earth


Dephosphorus - Impossible Orbits


Samsara Blues Experiment - One With the Universe


Æther Realm - Tarot


Psygnosis - Neptune


Schammasch - The Maldoror Chants: Hermaphrodite


Altar of Betelgeuze - Among The Ruins


Nargaroth - Era of Threnody


Condor - Unstoppable Power


Holy Blood - Glory to the Heroes


The Flight of Sleipnir - Skadi


The Obsessed - Sacred


Necroblood - Collapse of the Human Race


Full of Hell - Trumpeting Ecstasy


Funeralium - Of Throes And Blight


Nightbringer - Terra Damnata


The Sarcophagus - Beyond This World's Illusion


Chaos Synopsis - Gods of Chaos


Farsot - Fail.Lure


Unearthly Trance - Stalking the Ghost


Daemon Forest - Dissonant Walk


The Ruins of Beverast - Exuvia


Novembers Doom - Hamartia


Funeral Tears - Beyond The Horizon



Summoner - Beyond the Realm of Light

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Queens of the Stone Age confirmados no NOS Alive'18

Os Queens of the Stone Age foram confirmados para a próxima edição do NOS Alive, que vai ocorrer entre os dias 12 e 14 de Julho de 2018(...)

Under The Doom V anuncia um cancelamento e respetiva substituição

O cartaz do Under The Doom V, que vai ocorrer entre os dias 30 de Novembro e 2 de Novembro, acaba de sofrer uma ligeira alteração. Os franceses Funeraliumoi (...)

Corrosion Of Conformity lançam novo álbum em Janeiro

Os americanos Corrosion Of Conformity estão a preparar-se para lançar, a 12 de Janeiro, o seu novo álbum “No Cross No Crown”, pela Nuclear Blast Entertainment. (...)

SWR Barroselas Metalfest revela primeiras confirmações

O festival SWR Barroselas Metalfest anunciou hoje as primeiras confirmações para a edição do próximo ano. O evento, que vai ter lugar de 27 a 29 de Abril(...)

Graveyard em Portugal - Revelada banda de abertura

Como é sabido, os suecos Graveyard vão atuar na sala Lisboa Ao Vivo, já no próximo dia 25 de Novembro. Os portugueses(...)


Os Good Tiger são um daqueles grupos que surgem num momento e passado pouco tempo já têm álbum de estreia pronto a rebentar. Formados em 2015 pelos guitarristas Derya "Dez" Nagle e Joaquin "Jo" Ardiles dos The Safety Fire, a banda reuniu ainda o vocalista Elliot Coleman dos Tesseract, o baixista Morgan Sinclair dos Architects UK e o baterista dos Alex Rüdinger dos The Faceless, Conquering Dystopia entre outros e lançou uma campanha de crowdfunding que conseguiu reunir quase quarenta e seis mil dólares para a gravação de um novo álbum. De excitação em excitação, ei-los na Metal Blade prontos para conquistar o mundo.

Apesar de alguns dos nomes envolvidos, não é a típica proposta de metal nem agradará à primeira audição ao típico fã de metal. Complexa - principalmente ao nível da bateria, fantástica e cheia de detalhes e dinâmicas, sendo que as guitarras não se ficam muito atrás - mas ao mesmo tempo (altamente) melódica, é uma mistura que não surpreenderá se levar por esse mundo fora de progressiva. Entrando no mundo perigoso das comparações, seria como ter uma banda de rock alternativo a soar mais complexa e ao mesmo tempo pesada - resistimos à tentação de citar nomes que só poderiam levar à discórdia.

"Where Are The Birds", "I Paint What I See" e "Aspirations" são bons exemplos de como a banda consegue juntar peso, complexidade e uma melodia própria de propostas mais pop - principalmente pela abordagem da voz por parte de Elliot Coleman que é desconcertante, recorrendo apenas algumas, poucas, vezes a tonalidades mais agrestes. Talvez, tal como referido no início, não seja a sonoridade mais cativante para quem gosta da boa e velha metalada, mas para quem tem gostos mais abrangentes e aprecie desafios, poderá acabar a ouvir mais vezes do que à partida seria de supor desta estreia.


Nota: 7/10

Review por Fernando Ferreira