• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Hardholz são uma banda de hard’n’heavy (embora aqui descaiam mais, muito mais, para o heavy) alemã que esteve em hibernação durante dezassete anos e que volta agora para o segundo álbum. Faz-nos pensar que a banda é como alguns dos vilões de filmes de terror como Jeepers Creepers ou dos Ficheiros Secretos que voltam de 30 em 30 anos, sendo que neste caso o prazo é mais curto. Não querendo dizer que os alemães são assim tão maléficos para a humanidade. Felizmente não é o caso, embora de início não pareça.

“Charon”, o primeiro tema de “Herzinfarkt” é banal e fora a produção moderna, não tem qualquer tipo de força ou potência que nos chame a atenção e tem a agravante de ser cantado em alemão, tal como todos os restantes temas. É logo uma agravante que nos faz pensar que vamos ter aqui uma estopada de todo o tamanho. Felizmente logo surge um “Die Prophezeiung” que nos apresenta com um saudável feeling Maiden que é mais que bem vindo e felizmente não está só porque nas seguintes “Herzinfarkt”, “Praeludium Wielandia” e “Wieland, Der Schmied” (estas duas últimas devem ser ouvidas de seguida) temos os mesmos pontos positivos.

E é fantástico este sentimento de sentirmos que nos enganámos e fomos injustos, porque é bem melhor termos uma banda a surpreender-nos pela positiva do que pela negativa. A forma como a banda trata o heavy metal neste álbum é de tal forma viciante que é impossível não voltarmos a ouvir certos temas, principalmente os instrumentais – sim, a questão da língua não desaparece e não deixa de ser um obstáculo que temos para que o vício seja maior, mas também serve para colocar em perspectiva… se assim já é o que é, faria se cantassem em inglês. Grande regresso e esperemos que não demorem 17 anos para voltarem a aparecer, até porque já se viu que não têm jeito para serem considerados flagelos à humanidade. Quando um álbum acaba com uma versão heavy metal do “Homem da Harmónica” do Enio Morricone, retirado do filme "Aconteceu No Oeste” é porque existe mesmo aqui algo de especial.


Nota: 8/10

Review por Fernando Ferreira