• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Prometo que não me vou queixar de álbuns com menos de meia hora. Prometo que não me vou queixar de álbuns com menos de meia hora. Prometo que não me vou queixar de álbuns com menos de meia hora. Já começámos? Ah, peço desculpa. Estamos então aqui reunidos para levar um enchoval de porrada cortesia dos canadianos Wake que se movem pelos terrenos do grindcore e ocasionalmente metem o seu pezinho no death metal e têm um ambiente (e por que não riffs) de black metal. São oito temas em menos de vinte minutos (prometo que não me vou queixar de álbuns com menos de meia hora) que passam num instante, mas deixam uma sensação de devastação no final.

Se "Sowing The Seeds Of a Worthless Tomorrow" fosse um desastre natural, seria sem dúvida um furacão, a levar tudo à frente. As temáticas de crítica social são as habituais pela banda canadiana (quem não os conhecia, além deste trabalho tem outros dois de... longa duração [prometo que não me vou queixar de álbuns com menos de meia hora]) o que é exactamente o que esperamos e queremos. A produção e mistura de Joel Grind (dos Toxi Holocaust) é crua, cheia de gravilha mas ainda assim poderosa, captando na perfeição a essência das músicas.

Quando se fala em grindcore pensa-se em bandas como Napalm Death no início de carreira, Brutal Truth ou Nasum, no entanto as limitações do estilo só estão nos ouvidos de quem não o percebe ou nas bandas que insistem em copiar-se e a fazer trabalhos desinspirados. Não é o caso dos Wake. Se o álbum passa num instante (prometo que não me vou queixar de álbuns com menos de meia hora) e isso for um ponto negativo (prometo que não me vou queixar de álbuns com menos de meia hora), só temos a dizer que é possível ouvi-lo três vezes seguida e ainda assim não ficar satisfeito, no entanto, também não ficar enjoado. E isto é algo que não acontece todos os dias.


Nota: 8/10

Review por Fernando Ferreira