• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


Álbum de estreia dos italianos Ad Vitam que nos apresentam um death metal à antiga - ou seja, daqueles que nem faz lembrar o sufixo core - e que conseguem empolgar todos os que tinham saudades de uma proposta, uma verdadeira proposta deste tipo de death metal (algo como Dark Tranquility antigo ou os nossos saudosos Celestial Dark caso estes fossem mais pesados e apostassem mais no poderio das guitarras. A proposta dá-se com uma intro à antiga chamada "Exosfear" e por intro à antiga entendemos que temos teclados a apelar ao sinfónico que teriam grande efeito em 1994 mas que agora já soam deslocados.

Independentemente disso, o poder das guitarras realmente fala mais alto é na sua dinâmica que somos embalados durante quase uma hora. E embalados é o termo correcto, porque apesar da nostalgia fazer com que se goste aquilo que se está a ouvir, não se tem propriamente algo de empolgante, algo que prenda a atenção durante a sua duração. O peso é indiscutível, a forma como algumas músicas usam as harmonias e melodias de forma sábia (como as "Fall Of Colective Consciousness", a "Inception" e a "Join Me In Farewell") é apreciável, mas depois falta consistência, falta algo mais.

É uma falácia dizer que "Stratosfear" não consegue melhores resultados por não ser original ou por seguir por uma vertente que já está, infelizmente, em desuso. Os resultados não são melhores porque parece faltar aqui alguma maturidade nas músicas em questão e no trabalho como um todo. Ainda assim, temos um forte potencial a ser-se realizado nos próximos trabalhos que de certeza beneficiarão da maior experiência que a banda vai adquirir e que lhes permita deixar de parte músicas como "Plagues Of Nothing" (ou no mínimo repensá-las, já que a sua secção intermédia é realmente interessante).


Nota: 6/10

Review por Fernando Ferreira