• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


O que é que temos quando misturamos black metal com death metal brutal? Algo bem próximo de Demonic Obedience. Bem na tradição black metal, trata-se de uma one-man-band que tem como figura o músico grego George Ntavelas sediado na Escócia, onde este trabalho foi registado. O amigo George, também conhecido dos As I Suffer Silently e Deceptive Incarnation( duas que têm mais em comum com o death metal do que propriamente com o black) é responsável pela voz, guitarras e baixo, ficando a bateria a cargo de um qualquer amigo japonês. Pelo menos fica essa ideia de que se trata de uma bateria programada.

A sonoridade revela-se algo datada, remontando ao tipo de death metal que nos surgia no final do milénio passado. E por datado não queremos dizer que se trata de ter um encanto retro. É mesmo no sentido que nos soa previsível e requentado como aquele almoço que guardámos no congelador e que nem sequer nos impressionou muito à primeira e a segunda acaba por nos custar ainda mais. Poderá ser uma comparação parva mas é como este “Nocturnal Hymns To The Fallen”.

Não estão em causa as capacidades técnicas do amigo George, mas a verdade é que assim que o tema de abertura “Create The Shapeless” passa da melodia inicial para desaguar num death metal brutal que acaba por ser mais banal do que aquilo que seria desejável. Do já citado primeiro tema até ao último , “Gehenna”, não há muito que fique para a posteridade, nem sequer para uma nova audição. Por muito que tentemos, não conseguimos gostar do que ouvimos, infelizmente.


Nota: 4/10


Review por Fernando Ferreira