• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Álbum de estreia dos gregos Exarsis, editado originalmente em 2011 e que agora surge reeditado pelas mãos da Punishment 18 Records, mestres editoriais do thrash underground, com alguns brindes à mistura. E quem são os Exarsis, poderão perguntar com alguma curiosidade? Uma jovem banda de thrash metal full throttle e sem piedade que se insere facilmente nesta nova vaga (já começa a não ser tão nova assim) de thrash metal mais bruto e descomprometido e que também tem o seu quê de crossover.

Nomes como Municipal Waste e D.R.I. acabam por ser uma constante neste conjunto de temas, principalmente naqueles que estavam originalmente no álbum – os da demo nem por isso a nível de voz, embora instrumentalmente a aproximação seja algo semelhante, mais abrutalhada. Em termos de produção, não se trata de uma proposta brilhante, soando até mais a demo do que propriamente a um álbum, o que acaba por afectar a forma como o trabalho é visto.

É um álbum que soa um pouco a déjá vú, mas provavelmente será essa a intenção. Quer dizer, não será intencional passar a sensação e que já ouvimos isto em algum lado mas a associação a uma espécie de thrash metal, clássico, será definitivamente propositada. O problema é que, apesar de gostarmos muito de thrash esta proposta acaba por nos passar ao lado tal como passou quando foi lançada originalmente. Não existem muitas surpresas, tirando as duas faixas instrumentais e tirando os brindes e algum interesse histórico que possa ter para os fãs acérrimos, esta reedição não faz grande sentido.


Nota: 6/10
                                                                                                                                                                     
Review por Fernando Ferreira