• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Process Of Guilt - Black Earth


Dephosphorus - Impossible Orbits


Samsara Blues Experiment - One With the Universe


Æther Realm - Tarot


Psygnosis - Neptune


Schammasch - The Maldoror Chants: Hermaphrodite


Altar of Betelgeuze - Among The Ruins


Nargaroth - Era of Threnody


Condor - Unstoppable Power


Holy Blood - Glory to the Heroes


The Flight of Sleipnir - Skadi


The Obsessed - Sacred


Necroblood - Collapse of the Human Race


Full of Hell - Trumpeting Ecstasy


Funeralium - Of Throes And Blight


Nightbringer - Terra Damnata


The Sarcophagus - Beyond This World's Illusion


Chaos Synopsis - Gods of Chaos


Farsot - Fail.Lure


Unearthly Trance - Stalking the Ghost


Daemon Forest - Dissonant Walk


The Ruins of Beverast - Exuvia


Novembers Doom - Hamartia


Funeral Tears - Beyond The Horizon



Summoner - Beyond the Realm of Light

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Queens of the Stone Age confirmados no NOS Alive'18

Os Queens of the Stone Age foram confirmados para a próxima edição do NOS Alive, que vai ocorrer entre os dias 12 e 14 de Julho de 2018(...)

Under The Doom V anuncia um cancelamento e respetiva substituição

O cartaz do Under The Doom V, que vai ocorrer entre os dias 30 de Novembro e 2 de Novembro, acaba de sofrer uma ligeira alteração. Os franceses Funeraliumoi (...)

Corrosion Of Conformity lançam novo álbum em Janeiro

Os americanos Corrosion Of Conformity estão a preparar-se para lançar, a 12 de Janeiro, o seu novo álbum “No Cross No Crown”, pela Nuclear Blast Entertainment. (...)

SWR Barroselas Metalfest revela primeiras confirmações

O festival SWR Barroselas Metalfest anunciou hoje as primeiras confirmações para a edição do próximo ano. O evento, que vai ter lugar de 27 a 29 de Abril(...)

Graveyard em Portugal - Revelada banda de abertura

Como é sabido, os suecos Graveyard vão atuar na sala Lisboa Ao Vivo, já no próximo dia 25 de Novembro. Os portugueses(...)


Virus não é para toda a gente. É o seu próprio mentor que o diz e acreditamos que o diz de forma sincera e sem (muita) arrogância. As dissonâncias e a aproximação a estruturas próximas do jazz fazem com que seja algo difícil de ouvir. Pelo menos foi assim até ao momento, nos três álbuns anteriores e as expectativas mantém-se iguais para este quarto trabalho. Expectativas essas que não saiem furadas. Apesar da ligação a Ved Buens Ende, a banda de culto black metal avant-garde, esses dias já estão bem encerrados, isto nas palavras de Czral, vocalista, guitarrista e principal força motriz da banda.

Não é preciso muito de "Memento Collider" para perceber isso, assim como não é preciso muito para perceber que é um trabalho muito difícil de apreciar, isto para o metaleiro comum. Imaginem uma banda de black metal que juntem riffs dissonantes, com estruturas complexas e pouco usuais indo buscar tanta influência a Voivod como a trabalhos de puro jazz. Estão a imaginar? Agora tirem-lhe a distorção. Assusta, não assusta? A distorção faz com que se consiga suportar muita coisa, principalmente estruturas complexas e riffs dissonantes arraçados de Jazz.

Sem rede (isto é, sem distorção), este álbum é um verdadeiro desafio, ao qual não é impossível de gostar. Leva trabalho, é exigente para com o ouvinte mas há por aqui uma certa aura de hipnose que nos vai agarrando faixa após faixa, não ficando nenhuma música em particular - o grande defeito do trabalho - até porque há todo um sentimento que é transversal ao álbum. Poderá irritar imediatamente aqueles que gostam de coisas mais directas assim como deixará maravilhados todos os outros que apreciam música de difícil acesso e desafiante. Em relação a este trabalho específico, estamos no meio, embora tenhamos que confessar, que realmente prende.


Nota: 5/10

Review por Fernando Ferreira