• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


Krautgaze. É uma grande ideia para um género. Nos dias em que correm, qualquer boa ideia tem que ser realçada, não vá perder-se no meio da mediocridade que nos rodeia e cerca por todos os lados. Assim sendo, temos o espírito shoegaze aliado ao típico krautrock que fez furor no final da década de setenta e início da década de oitenta, ou seja, na prática, é como se voltássemos à decada de oitenta mas com a sensibilidade do shoegaze que só se foi aprimorando anos depois, na década de noventa. E é inevitável não se pensar numa série de nomes conforme se ouve temas como "Do Or Die" - tão new wave que poderíamos jurar que tinha sido gravado em 1980.

No entanto não é apenas deste sentimento que a banda vive, como já dissemos, junta aqui outras sensações, tais como um rock mais moderno que desponta aqui e ali em temas como "Intuition Unbound" enquanto outros até nos apontam para sonoridades mais progressivas e/ou ambientais com apontamentos electrónicos (as "To Vanish", "Kirwani" e "Kirwani II" que encerram o disco, são excelentes exemplos), uma mistura que poderia fazer de "Cascades" uma manta de retalhos disconexa mas que na realidade resulta numa identidade quase irresistível.

Teremos que confessar que "Cascades" dificilmente agradará à maioria dos nossos leitores e mesmo aqueles com horizontes mais abertos terão que ter um pouco de nostalgite aguda que o permita não adormecer com temas mais compassados como "Rush" e "Deep Purple Rain". A simplicidade não tem idade e a eficácia de certos sons é transversal a qualquer época. A banda vai buscar várias referências a várias épocas e consegue criar não só um trabalho actual como um que continuará assim daqui a muitos anos. Viciante e intrigante. Não necessariamente por esta ordem.


Nota: 8/10

Review por Fernando Ferreira