• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Total Pageviews

Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)



Com duas datas, começando no Hard Club no Porto e seguido de Lisboa, o nosso país foi o feliz contemplado para os Hate e os Noctem darem início à sua digressão europeia, que os verá também passar por Espanha e Reino Unido até meados de Dezembro.

O RCA Club, em Lisboa, abriu-se assim para a 2ª data da digressão, onde foram escolhidas como bandas de suporte os portugueses Emerging Chaos e os My Master The Sun. Também para o concerto do dia anterior, no Hard Club do Porto, foram convidadas bandas nacionais para a abertura, uma iniciativa que é sempre de louvar.

Os My Master The Sun tiveram a honra de abrir as hostilidades. Naturais de Lisboa, e formados apenas em 2013, cedo marcaram posição na noite que se iniciava com a sua personalidade muito própria. As letras cantadas exclusivamente em português, focadas no álbum "A Arte da Desobediência", marcaram um compasso de revolta envolto numa sonoridade stoner irrepreensível que, apesar de muito diferente das bandas que se iriam seguir, constituiu uma boa lufada de ar fresco. 

Seguiram-se os Emerging Chaos, naturais do Barreiro, que começaram a mudar o tom da noite com o seu trash/death metal pela mão do surpreendente e extremamente competente vocalista Jim Gäddnäs. Com o seu EP "Decay of Mankind", conseguiram começar a animar o ainda pouco público presente na sala com a sua energia e entrega contagiante.

Após uma breve pausa, entraram em palco os Noctem. De Valencia, e com uma já longa carreira de 15 anos, os espanhóis constituíram-se como uma das referências da cena black/death metal europeia. Liderados pelo vocalista de nome artístico Beleth, presentearam a audiência com uma verdadeira mostra teatral ao estilo black metal, sangue falso incluído. A teatralidade, contudo, não ofusca mas sim complementa bem o som intenso da banda, que focou a atuação na apresentação do seu mais recente álbum "Haeresis", lançado apenas em Setembro passado.

Fechando a noite, entraram em palco os muito aguardados Hate. Vindos da Polónia, e formados também na década de 90, é inevitável a comparação com os seus conterrâneos Behemoth. De facto, o seu som apresenta um estilo semelhante mas, indo ao pormenor, percebemos rapidamente a diferença no black metal que os Hate interpretam. Poderemos falar de um estilo black metal polaco, tal como falamos de um estilo norueguês, mas é evidente que os Hate criaram e percorreram o seu próprio percurso. Apresentando o seu último álbum "Cruzade: Zero", lançado em 2015 demonstraram ser uma banda madura e poderosa em palco que captou a atenção da, infelizmente, reduzida audiência que os recebeu.

Este é aliás o único facto a lamentar desta noite. Esperemos que, numa próxima vinda, tanto os Noctem como os Hate despertem um maior interesse por parte do público português pois são, sem dúvida, duas bandas a seguir!
 
Reportagem por Mariana Crespo