• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Process Of Guilt - Black Earth


Dephosphorus - Impossible Orbits


Samsara Blues Experiment - One With the Universe


Æther Realm - Tarot


Psygnosis - Neptune


Schammasch - The Maldoror Chants: Hermaphrodite


Altar of Betelgeuze - Among The Ruins


Nargaroth - Era of Threnody


Condor - Unstoppable Power


Holy Blood - Glory to the Heroes


The Flight of Sleipnir - Skadi


The Obsessed - Sacred


Necroblood - Collapse of the Human Race


Full of Hell - Trumpeting Ecstasy


Funeralium - Of Throes And Blight


Nightbringer - Terra Damnata


The Sarcophagus - Beyond This World's Illusion


Chaos Synopsis - Gods of Chaos


Farsot - Fail.Lure


Unearthly Trance - Stalking the Ghost


Daemon Forest - Dissonant Walk


The Ruins of Beverast - Exuvia


Novembers Doom - Hamartia


Funeral Tears - Beyond The Horizon



Summoner - Beyond the Realm of Light

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Queens of the Stone Age confirmados no NOS Alive'18

Os Queens of the Stone Age foram confirmados para a próxima edição do NOS Alive, que vai ocorrer entre os dias 12 e 14 de Julho de 2018(...)

Under The Doom V anuncia um cancelamento e respetiva substituição

O cartaz do Under The Doom V, que vai ocorrer entre os dias 30 de Novembro e 2 de Novembro, acaba de sofrer uma ligeira alteração. Os franceses Funeraliumoi (...)

Corrosion Of Conformity lançam novo álbum em Janeiro

Os americanos Corrosion Of Conformity estão a preparar-se para lançar, a 12 de Janeiro, o seu novo álbum “No Cross No Crown”, pela Nuclear Blast Entertainment. (...)

SWR Barroselas Metalfest revela primeiras confirmações

O festival SWR Barroselas Metalfest anunciou hoje as primeiras confirmações para a edição do próximo ano. O evento, que vai ter lugar de 27 a 29 de Abril(...)

Graveyard em Portugal - Revelada banda de abertura

Como é sabido, os suecos Graveyard vão atuar na sala Lisboa Ao Vivo, já no próximo dia 25 de Novembro. Os portugueses(...)


Mais uma edição do Deathmania, no Hard club, no Porto. O cartaz prometia com os nacionais Cape Torment e Unfleshed, ambas bandas do Porto e com o regresso dos suecos Unleashed, ao nosso país, passados 7 anos.

A noite começou com um ligeiro atraso de trinta minutos relativamente ao que estava inicialmente previsto, mas isso não esmoreceu os fãs que se deslocaram ao Porto. É verdade que a noite estava fria ,mas rapidamente aqueceu com a prestação curta, mas forte e aguerrida dos Cape Torment que acordaram os poucos espectadores que já estavam presentes no recinto. Com o seu death metal, não foi por falta de comunicação com o público que o recinto não começou a mexer, porque nesse campo os Cape Torment estiveram sem falhas, chegaram, tocaram e aproveitaram ao máximo os escassos vinte minutos que tiveram de tempo em palco. Foi uma prestação bem conseguida.

Seguiram-se os também portuenses Unfleshed. Estes, já com mais tempo para tocar, apresentaram ao público o seu death metal agressivo, bem ao estilo de uns Deicide. Mais uma prestação arrasadora e arrebatadora que não deixou nenhum dos presentes indiferente e, com a sua atitude em palco, certamente espantou aqueles que não os conheciam A principal surpresa deste concerto foi a cover de Deicide que fizeram, deixando desse modo muitas pessoas de boca aberta, tal foi a eficácia com que a tocaram. 

Já quase batiam as doze badaladas do dia 29 de outubro, quando subiram ao palco os tão esperados Unleashed. Regressaram a Portugal passados 10 anos desde a última vinda, que tinha acontecido no Cine-Teatro Avenida, em Castelo Branco. A atuação começou com "The Final Silence", do álbum "Shadows In The Deep", seguida de "This Is Our World Now. A banda esteve muito comunicativa com o público. Este respondeu com mosh pits da primeira até à última música da noite, sem parar, correspondendo à atitude que os próprios Unleashed demonstraram em palco, visivelmente satisfeitos por regressar ao nosso país. Com uma setlist variada, ao longo de pouco mais de uma hora de concerto, percorreram praticamente toda a discografia da banda: desde músicas de "Where No Life Dwells", passando por "Victory", "Hell’s Unleashed" e o mais recente "Dawn Of The Nine". Não tardou muito e o vocalista Johnny Hedlund foi buscar o seu corno e bebeu a cerveja que lá estava, como um bom viking. A noite terminou com um encore do qual fizeram parte as músicas "Midvinterblot" e "Hammer Battalion", dos álbuns homónimos. Durante o concerto foi feita a promessa que voltariam mais vezes ao nosso país. Após a excelente actuação com que presentearam os fãs, esperemos que a cumpram, porque o concerto soube a pouco de tão bom que foi.

Texto por Pedro Loureiro