• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)

Ao contrário do que estava planeado esta tarde/noite de death metal realizou-se no Revolver Bar, o que foi decidido um ou dois dias antes deste evento que esteve para se realizar no Cine-Teatro de Corroios. . Nada que 'asombrasse' um dia que se previa de celebração para os fãs de death metal, que tinham um forte cartaz com quatro bandas com sonoridades distintas. É pena terem lá estado pouco mais de 100 pessoas, porque estas bandas mereciam claramente bem mais público. Para quem lá esteve, isso não importou e penso que tiveram motivos suficientes para sairem de lá satisfeitos.

Os japoneses Defiled abriram as hostilidades. A banda é praticante de um brutal death muito interessante e deram um bom concerto de abertura, aproveitando assim da melhor maneira para dar a conhecer o seu som por cá. Nota claramente positiva para a performance e entrega da banda.


Os Beneath The Massacre deram um óptimo concerto. A banda teve uma grande atitude, presença em palco e 'obrigaram' o público a fazer headbanging ao som dos seus breakdowns. O deathcore praticado pela banda é tudo menos genérico, é muito técnico e tem um guitarrista que faz riffs algo originais. Definitivamente são uma das bandas mais interessantes no seu género e foram uns animais de palco.

Os Obscura eram uma das bandas mais esperadas e deram o concerto da noite. Houve uma grande empatia entre os presentes e o colectivo germânico, parecendo estarmos perante o cabeça de cartaz. A actuação da banda foi de grande nível, o seu death metal técnico foi tocado com alma e foi uma pena terem tocado apenas cerca de 40 minutos.

Os Hate Eternal estiveram bem mas foram prejudicados por pouco se ouvir a guitarra de Erik Rutan, apenas se ouvia a sua voz e a bateria. Assim é muito difícil apreciar os temas na sua plenitude mas quanto à entrega da banda, nada a apontar e ainda assim conseguiram 'arrancar' boas reacções por parte dos presentes. Cerca de 1h e 15m de concerto de uma grande banda de death metal que não terá dado um dos seus melhores concertos, mas que não comprometeu.

Esta tarde/noite de concertos acabou cedo, por volta das 22:45 e o público amante de death metal de certeza que voltou para casa com a sensação de ter valido a pena.


Texto: Mário Rodrigues
Fotografia: Diana Fernandes

Agradecimentos: Xuxa Jurássica