• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)


Esgotado. Durante a tarde, a Clap/-Box informava que os bilhetes para o regresso de Rhino Bucket a Lisboa estavam todos vendidos. Aguardava-se, por isso, que o pequeno Music Box estivesse a rebentar pelas costuras, visão essa que foi confirmada pela extensa fila que se formou a partir da entrada. A conta gotas, gente de quase todas as idades foi entrando e ocupando o seu metro quadrado de chão, enquanto Fast Eddie Nelson arrancava com a noite no que ao palco diz respeito.

O rock n’ roller nacional, sozinho e munido de uma guitarra, microfone e bombo, trouxe à noite uma curta dose de rock sulista bem disposto e ligeiro, com aquele toque de blues a colocar muitos a baterem o pé e a participarem neste começo de festa. Entre os temas, os aplausos faziam crer que as pessoas estavam a passar um bom bocado, e a atitude descomprometida do actor principal contribuiu positivamente para um ambiente que preparou bem o que se seguiria, e no qual só faltaram as cowgirls sobre o balcão. 


Após uma espera não muito demorada, os californianos Rhino Bucket subiram ao palco para gáudio de uma plateia entusiasta. A banda de Hard Rock liderada por Georg Dolivo, vai caminhando para os 30 anos de existência mas não dá especiais mostras de cansaço, apresentando-se em excelente forma no palco do Music Box, onde já havia tocado há sensivelmente três anos. Com uma qualidade de som muito muito boa, onde tudo soava bem, definido e a roçar o que se pode ouvir em disco, o quarteto abriu a actuação com “One Night Stand”, e desde logo se percebeu que o público estava ali para interagir com a banda e ter uma noite à séria, de grandes guitarradas e muitas idas ao bar, independentemente do dia seguinte significar o regresso à vida real. O Hard Rock e a voz suja de Dolivo, à la Bon Scott (AC/DC), conquistaram rapidamente a sala e os clássicos espalhados pelos seis álbuns de originais foram-se sucedendo uns atrás dos outros, quase sempre com digno acompanhamento por parte dos fãs. “Beat to Death Like a Dog” teve talvez o refrão entoado com maior amplitude, mas “Welcome to Hell” (não, não é uma cover de Venom), “Beg For Your Love”, “Monkey Boy Highway” ou “Ride the Rhino”, quando já caminhávamos para o fim, provaram ser grandes temas e com tremenda vibração. Prometendo virar uns copos após o concerto, os Rhino Bucket deram por concluída a sua enérgica actuação sob fortes aplausos dos seguidores. A banda agradeceu e partiu para Espanha, certamente satisfeita com esta bela noite no mítico Cais do Sodré.


Texto por Carlos Fonte
Fotografia por Joana Soares
Agradecimentos: Clap/Box