• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Iron Reagan - Crossover


Lich King - Omniclash


Demonic Resurrection - Dashavatar


Black Anvil - As Was


Benighted - Necrobreed


Mechina - As Embers Turn To Dust


Adamantine - Heroes & Villains


Barathrum - Fanatiko


Persefone - Aathma


Blame Zeus - Theory Of Perception


Kreator - Gods Of Violence


Lock Up - Demonization


Obituary - Obituary


H.O.S.T. - Bastard Of The Fallen Thrones


Antropomorphia - Sermon Ov Warth


Fall From Perfection - Metamorph


Pallbearer - Heartless


Mastodon - Emperor Of Sand


wolfheart - Tyhjyys


Sinister - Syncretism


Primal Attack - Heartless Oppressor


Grog - Ablutionary Rituals

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Dying Fetus revelam detalhes do novo álbum

Os Dying Fetus vão lançar o seu novo álbum, "Wrong One To Fuck With", a 23 de Junho pela editora Relapse Records, e será o tão aguardado sucessor de "Reign Supreme", lançado em 2012.(...)

Novembers Doom - Novo álbum disponível para audição na íntegra

O novo álbum dos norte-americanos Novembers Doom, intitulado "Hamartia", é lançado hoje pela The End Records. Este trabalho pode ser ouvido na íntegra através desta ligação. (...)

SWR Barroselas Metalfest XX - Horários das atuações

Ampliando a imagem acima, é possível conhecer o horário de atuação de cada uma das bandas que irá compor o SWR Barroselas Metalfest XX. Recorde-se que o festival ocorre entre os dias 27 e 30 de Abril, em Barroselas. (...)

Tony Iommi está a trabalhar em novo material de Black Sabbath

O já conhecido guitarrista dos Black Sabbath, Tony Iommi confirmou em entrevista que está neste momento a juntar e trabalhar o som do último concerto que a banda deu, em Birmingham, e também há rumores(...)

Tankard lançam novo vídeo com letra

Os Tankard lançaram um novo video com letra para a música "Arena Of The True Lies", que fará parte do seu sétimo álbum de estúdio, "One Foot In The Grave"(...)


Metalcore já levou muitas tareias nas páginas desta webzine. Não que tenhamos algo de pessoal contra o estilo ou as bandas que os praticam. Não de todo. A nossa questão é bem simples. È o sentir que o estilo já não é capaz de trazer nada de novo e que muitas das propostas que nos chegam - com excepções de excelente qualidade - não são mais que tentativas desesperadas de editoras e/ou bandas que se tenta manter relevantes comercialmente a todo o custo apresentando um produto (no verdadeiro sentido da palavra) de consumo rápido e com prazo muito limitado. Tirando isto do caminho só resta ainda esclarecer que o facto dos Hills Have Eyes serem uma banda nacional não influencia em nada a abordagem a este "Antebellum", o terceiro álbum da carreira da banda.

Na sua estrutura, este é um álbum de metalcore, que não existam enganos. Temos aqui todos os seus tiques, lugares comuns, clichês, o que lhe queiram chamar, está tudo cá. Tudo o que achamos de condenável milhares de vezes em álbuns anteriores está presente aqui. No entanto, a nossa apreciação global deste trabalho é bem diferente do que seria expectável. E porquê? Por uma questão simples, as músicas são realmente muito boas. Mesmo com características que já nos cansam os ouvidos, os refrões de cada uma destas músicas cola-se à cabeça e para quem pensa que é fácil fazer isso é porque também não percebe muito de música.

No entanto não é a questão de fazer apenas simples refrões que se colam na cabeça como pastilha elástica usada, é o facto de se ter verdadeiras músicas que soam realmente bem, e a que a direcção adoptada pela banda em relação ao passado é sem dúvida mais metal. Claro que quem tiver um preconceito bem profundo contra o estilo, não é este o trabalho que vai fazer mudar de ideias. Mas para quem tem a mente e os ouvidos um pouco mais abertos e aprecia melodias e peso na mesma equação, então "Antebellum" é sem dúvida um trabalho obrigatório conhecer, provavelmente o mais equilibrado e maduro da banda portuguesa.


Nota: 8/10

Review por Fernando Ferreira