• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Iron Reagan - Crossover


Lich King - Omniclash


Demonic Resurrection - Dashavatar


Black Anvil - As Was


Benighted - Necrobreed


Mechina - As Embers Turn To Dust


Adamantine - Heroes & Villains


Barathrum - Fanatiko


Persefone - Aathma


Blame Zeus - Theory Of Perception


Kreator - Gods Of Violence


Lock Up - Demonization


Obituary - Obituary


H.O.S.T. - Bastard Of The Fallen Thrones


Antropomorphia - Sermon Ov Warth


Fall From Perfection - Metamorph


Pallbearer - Heartless


Mastodon - Emperor Of Sand


wolfheart - Tyhjyys


Sinister - Syncretism


Primal Attack - Heartless Oppressor


Grog - Ablutionary Rituals

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Queens of the Stone Age confirmados no NOS Alive'18

Os Queens of the Stone Age foram confirmados para a próxima edição do NOS Alive, que vai ocorrer entre os dias 12 e 14 de Julho de 2018(...)

Under The Doom V anuncia um cancelamento e respetiva substituição

O cartaz do Under The Doom V, que vai ocorrer entre os dias 30 de Novembro e 2 de Novembro, acaba de sofrer uma ligeira alteração. Os franceses Funeraliumoi (...)

Corrosion Of Conformity lançam novo álbum em Janeiro

Os americanos Corrosion Of Conformity estão a preparar-se para lançar, a 12 de Janeiro, o seu novo álbum “No Cross No Crown”, pela Nuclear Blast Entertainment. (...)

SWR Barroselas Metalfest revela primeiras confirmações

O festival SWR Barroselas Metalfest anunciou hoje as primeiras confirmações para a edição do próximo ano. O evento, que vai ter lugar de 27 a 29 de Abril(...)

Graveyard em Portugal - Revelada banda de abertura

Como é sabido, os suecos Graveyard vão atuar na sala Lisboa Ao Vivo, já no próximo dia 25 de Novembro. Os portugueses(...)


Tenho que ser brutalmente honesto, os Shining nunca foram capaz de lançar algo que me impressionasse. Não é que não lhes reconheça qualidade, essa é mais que evidente, mas nenhum dos seus álbuns anteriores teve aquela capacidade de carregar no botão certo que me fizesse automaticamente fã. Até "International Blackjazz Society" surgir. Este é um álbum com capacidade para converter até os mais indecisos e cépticos. começando pela frenética introdução instrumental com "Admittance", onde se tem um ataque alucinado com o belo do saxofone a comandar as operações.

Quando a faixa seguinte surge, "The Last Stand", já se está fisgado. A mistura entre rock e o metal mais moderno (nomes como Ministry, Nine Incha Nails e Marilyn Manson) surgem bastante à mente mas é o raio do saxofone que faz toda a diferença. Que feeling demolidor um instrumento que não é próprio do metal, ter um efeito tão profundamente eficaz. E esta é toda a questão, eficácia. A banda sempre teve a componente jazz bem presente, afinal começaram por aí mesmo, puro jazz, mas o que difere aqui é mesmo o facto das músicas estarem bem mais acessíveis.

Quando se fala de acessebilidade, é importante não confundir com comercialismo. Não é o que se trata aqui, até porque é díficil de antever que músicas como "Burn It all" ou "Thousand Eyes" (que tem um alucinante trabalho de bateria) consigam passar na rádio e contagiar o resto da população que anda por aí adormecida, mas não faz com que este álbum seja menos viciante. Também mantém aquele elemento avantgarde que sempre os fez distinguir do resto do mundo, só por dizer que agora têm algo que lhes permite atingir muitas mais pessoas. Nunca um saxofone soou com tanto feeling num álbum de metal - dúvidas? "House Of Warship", s.f.f..


Nota: 9/10


Review por Fernando Ferreira