• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


Os All Around são um jovem projecto assumidamente metalcore composto por João Monteiro e Inês Estrela. Ser-se assumidamente metalcore não será propriamente uma vantagem nos dias de hoje, seja no espectro da música pesada ou não, mas a honestidade da banda/projecto leva a que se dê uma oportunidade ao mesmo. E depois disso, aquilo que concluímos rapidamente é que o metalcore é apenas a ponta do iceberg. O que o tema título deixa logo a descoberto é que mais do que algo metalcore, existe para aqui uma sensibilidade nu-metal que surge de forma inesperada. Estará o leitor a pensar "vamos de mal a pior"... calma. Não é caso para tanto.

Apesar de não ser um dos nomes citados nas suas influências, os Linkin Park surgem-nos bastantes vezes na cabeça. Imaginem a banda por alturas de "Hybrid Theory" com mais túbaros, guturais e uma voz feminina de vez em quando e podem chegar perto do que se pode ouvir aqui. Ou seja, não é o desastre que se antecipava. No entanto é importante deixar algumas considerações. Primeiro, a voz masculina (limpa) acaba por cansar ao fim de um tempo, com um registo que soa demasiado unidimensional e genérico, o que é pena, porque até existe talento. A voz feminina, por outro lado, parece demasiado insegura. E por fim as músicas acabam por não conseguir soar frescas. Os refrões (que são a sua grande arma) estão bem construídos, mas soa demasiado a qualquer coisa já ouvida antes. Não se trata de dizer que a banda não deve tocar isto ou aquilo - gostos não se discutem e quem somos nós (quem é alguém?) para dizer o quer que seja - mas apenas que deverá encontrar a sua própria voz.

"Everything Is Relative" é um trabalho que se ouve bem, sem grandes expectativas mas falta-lhe aquele momento que faz ferver o sangue. Falta aquele punch que faça distinguir os All Around de tudo o resto. Serve, no entanto, para a banda iniciar o seu caminho de evolução, que esperemos que continue.


Nota: 6/10

Review por Fernando Ferreira