• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


Ozzy Osbourne concedeu há dias uma entrevista e no que toca ao fim dos Black Sabbath, parece que desta vez, é de vez. Aquando da questão sobre se estava ou não preparado para o fim da banda ou se a mesma iria gravar uma álbum de despedida, o Príncipe das Trevas respondeu o seguinte:

"Absolutamente. Acredita em mim, é o fim dos Sabbath. Em Dezembro, faço 68 anos e está na hora de pôr um ponto final nos Sabbath. Têm sido 45 anos e tem sido óptimo. Começámos enquanto crianças e a maior dádiva que tenho é a memória do facto de que não éramos uma banda de um magnata qualquer de Londres. Éramos quatro miúdos de um lugar chamado Aston, em Birmingham. Era um bairro social muito fodido, e nós dissemos "vamos formar uma banda" e começámos sem nada, e o nosso primeiro álbum foi directo para número 2 nas tabelas britânicas e, desde então, nunca olhámos para trás. Eu não quero que isso diminua e diminua e toquemos apenas por uma questão de recebermos outro saco cheio de dinheiro. Estou muito orgulhoso dos Sabbath, mas está na hora.

"Não, não. Nós íamos gravar um álbum antes da digressão, mas seriam necessários três ou quatro anos para compor e gravar um álbum, o que na altura eu já teria 73 ou 72 anos ou algo assim, por isso decidimos apenas fazer uma digressão de despedida. Além disso, depois do último, se gravássemos um álbum e ele fosse para número 2, as pessoas diriam: "Acabou, certo?"

Por: Bruno Porta Nova - 04 Novembro 15