• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Process Of Guilt - Black Earth


Dephosphorus - Impossible Orbits


Samsara Blues Experiment - One With the Universe


Æther Realm - Tarot


Psygnosis - Neptune


Schammasch - The Maldoror Chants: Hermaphrodite


Altar of Betelgeuze - Among The Ruins


Nargaroth - Era of Threnody


Condor - Unstoppable Power


Holy Blood - Glory to the Heroes


The Flight of Sleipnir - Skadi


The Obsessed - Sacred


Necroblood - Collapse of the Human Race


Full of Hell - Trumpeting Ecstasy


Funeralium - Of Throes And Blight


Nightbringer - Terra Damnata


The Sarcophagus - Beyond This World's Illusion


Chaos Synopsis - Gods of Chaos


Farsot - Fail.Lure


Unearthly Trance - Stalking the Ghost


Daemon Forest - Dissonant Walk


The Ruins of Beverast - Exuvia


Novembers Doom - Hamartia


Funeral Tears - Beyond The Horizon



Summoner - Beyond the Realm of Light

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Queens of the Stone Age confirmados no NOS Alive'18

Os Queens of the Stone Age foram confirmados para a próxima edição do NOS Alive, que vai ocorrer entre os dias 12 e 14 de Julho de 2018(...)

Under The Doom V anuncia um cancelamento e respetiva substituição

O cartaz do Under The Doom V, que vai ocorrer entre os dias 30 de Novembro e 2 de Novembro, acaba de sofrer uma ligeira alteração. Os franceses Funeraliumoi (...)

Corrosion Of Conformity lançam novo álbum em Janeiro

Os americanos Corrosion Of Conformity estão a preparar-se para lançar, a 12 de Janeiro, o seu novo álbum “No Cross No Crown”, pela Nuclear Blast Entertainment. (...)

SWR Barroselas Metalfest revela primeiras confirmações

O festival SWR Barroselas Metalfest anunciou hoje as primeiras confirmações para a edição do próximo ano. O evento, que vai ter lugar de 27 a 29 de Abril(...)

Graveyard em Portugal - Revelada banda de abertura

Como é sabido, os suecos Graveyard vão atuar na sala Lisboa Ao Vivo, já no próximo dia 25 de Novembro. Os portugueses(...)


Os The Arcane Order impressionaram nos dois álbuns lançados pela Metal Blade na década passada, mas depois desapareceram do mapa. Sete anos depois, ei-los de volta, desta vez na Massacre Records. Durante tanto tempo seria de esperar (ou mais temer) que o seu som bombástico tivesse mudado em algo. Felizmente não é o que podemos ver e ouvir neste "Cult Of None", o terceiro álbum da banda. A sua forma muito própria de death/thrash metal progressivo continua viciante como tudo, senão ainda mais potente. Talvez progressivo não seja o melhor termo, mas a verdade é que se falarmos em apenas death/thrash, estamos a passar muito ao lado do que realmente se passa aqui. Progressivo não por ter quase todás músicas com mais de sete minutos, mas porque há sem dúvida uma progressão a nível de composição em cada uma das músicas, inclusive "Exo Reign", uma das mais directas e mais curtas (com pouco mais de cinco minutos e meio).

Ao começar com um épico gigantesco como "Reviver", a banda não só prova a sua confiança na música em questão , como no próprio álbum. E essa confiança revela também sabedoria, porque para as pessoas que gostam deste estilo de música - forte mas desafiante ao mesmo tempo - basta a primeira música para ficarem completamente fisgados. Mesmo que sejam totalmente desconhecidos. Em termos individuais, o trabalho de bateria e guitarras acaba por ser aquele que mais sobressai mas será injusto destacar qualquer que seja os seus elementos, já que os The Arcane Order surgem aqui completamente coesos. Só dessa forma é que faixas como "Ahab", "Void Maker" e "Waves Of Trance" podem soar tão bem.

A maneira como podemos avaliar e distinguir um bom álbum de um excelente álbum não é bem pela força individual das suas músicas e sim pelo conjunto global e nesse aspecto, "Cult Of None" é um álbum fortíssimo, excelente até. Não existem momentos fracos, não existem fillers. O seu único problema, se é que é um problema, é o facto de ser difícil de absorver tudo de uma vez só. São necessárias muitas audições para que se consiga apreciar todo o seu verdadeiro potencial. Outra coisa que poderá efectivar-se como dificuldade é o facto de haver uma dinâmica reduzida, que apenas se sente com a "Faith Eater" - pelo menos durante algum tempo. Quando a intensidade é tão alta durante quase uma hora, o ouvinte poderá sentir-se como algo esgotado no final. Ainda assim, é coisa para se voltar a passar por tudo novamente quando atingido esse ponto.


Nota: 8.9/10

Review por Fernando Ferreira