• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Iron Reagan - Crossover


Lich King - Omniclash


Demonic Resurrection - Dashavatar


Black Anvil - As Was


Benighted - Necrobreed


Mechina - As Embers Turn To Dust


Adamantine - Heroes & Villains


Barathrum - Fanatiko


Persefone - Aathma


Blame Zeus - Theory Of Perception


Kreator - Gods Of Violence


Lock Up - Demonization


Obituary - Obituary


H.O.S.T. - Bastard Of The Fallen Thrones


Antropomorphia - Sermon Ov Warth


Fall From Perfection - Metamorph


Pallbearer - Heartless


Mastodon - Emperor Of Sand


wolfheart - Tyhjyys


Sinister - Syncretism


Primal Attack - Heartless Oppressor


Grog - Ablutionary Rituals

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Entrevista aos Venom Inc

Os Venom Inc nasceram em meados de 2015 como uma nova banda que reúne toda a força e poder dos seus membros: Tony “Demolition Man” Dolan (baixo/voz) com os membros originais de Venom – Jeff “Mantas” Dunn (guitarra) and Anthony “Abaddon” Bray (bateria). A banda tem estado em tournée(...)

Falecimento do antigo baixista de Celtic Frost

O antigo baixista e membro fundador de Celtic Frost e de Hellhamer Martin Eric Ain, faleceu no passado sábado dia 21 de Outubro, aos 50 anos de idade. A causa da morte foi (...)

Novo álbum de Pestilence em Março

Os Pestilence irão lançar o seu novo álbum "Hadeon", em Março, pela Hammerheart Records. Este trabalho terá treze faixas que combinam as raízes de Pestilence, com a sua (...)

Arch Enemy com novo vídeo "The Race"

Os Arch Enemy acabam de lançar mais um vídeo do seu novo álbum, "Will To Power", que foi lançado no dia 8 de setembro através da Century Media.(...)

Angel Dust estão de volta!

A banda alemã informou através da sua página de Facebook que está de volta e já em estúdio a gravar o seu próximo trabalho. Depois de se terem separado em 2011, (...)


O rock de garagem chegou a ser moda. Apresentar som mais simples, mais cru, mas ainda assim, apelativo. Uma espécie de descendente directo do grunge, se assim quiserem. Durante algum tempo apareceram muitas bandas alternativas que usavam e abusavam destas características, umas safando-se, outras nem por isso. Os tempos mudaram e as editoras discográficas não mandam mais no sistema, embora tentem a todo custo manter-se no poder. Ora é neste contexto que surge a estreia dos Brainstems que poderia muito bem ter sido lançado em 1985, ou em 1997 ou em 2001.

Claro está que existem aqui alguns detalhes que fazem com que nos identifiquemos com os tempos actuais. Aquele tremolo-picking à la pós-rock de "Stallioning" não engana ninguém, por exemplo. Por outro lado, há toda um primitivismo que nos faz sentir de volta a 1979 - e caso se estejam a perguntar, não é por acaso a multiplicidade de datas mencionadas. Esta mistura de influências e de dinâmicas faz com que este trabalho, apesar de curto, custe um pouco a entrar, e simultaneamente é a razão de se voltar a ele com teimosia.

A sua simplicidade desarma embora a mesma não nos deixe muito para consequentes audições. Alguns momentos ("What It Is") não faziam falta enquanto outros podiam aparecer a duplicar ("The Ooze"). É um álbum que vai exigir algumas audições para quem não é tão dado a coisas alternativas. No entanto, se a praia do ouvinte for o rock de garagem, alternativo, ligeiramente psicadélico, ligeiramente noise e totalmente esquisito - à primeira, tem que se realçar - então esta é um recanto a conhecer, definitivamente.


Nota: 6.5/10

Review por Fernando Ferreira