• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


Sete anos foi o tempo necessário para os noruegueses Mistur lançarem o segundo trabalho de originais depois de um "Attende" que levantou muito sobrolho por esse underground fora. Pois bem, aqui temos "In Memoriam" que demonstra que o black metal de cariz épico, pagão e até levemente folk dos Mistur não perdeu qualidades com a ausência. Algumas coisas mudaram entretanto principalmente na formação da banda, com a entrada de três elementos novos. Oliver Øien para os guturais, Tomas para a bateria e Bjarte Breilid para o baixo. Mudanças que se tiveram algum impacto na banda foi pela positiva.

Temos apenas seis temas longos (os dois mais curtos têm pouco mais de sete minutos) mas numa hora de duração que nos faz viajar até às planícies geladas da Escandinávia, por lugares já visitados com a ajuda de outras bandas, tais como Enslaved, Moonsorrow e principalmente Windir. Ou seja, uma viagem que não nos importamos nada, mesmo nada de fazer. Peso, melodia épica com fartura e um álbum muito dinâmico, onde temos malhas mais dinâmicas (como a "Distant Peaks") em contraste com outras de cariz mais épico (como a "Firstborn Son", que tem um daqueles solos, simples mas muito eficazes).

"In Memoriam" poderá sofrer do mesmo mal que os Moonsorrow - o que para muitos poderá querer dizer que há males que vêm por bem - que é ter álbuns/músicas grandiosas demasiado para ser absorvidas de uma só vez mas é essa a beleza deste segundo trabalho. Este é um álbum que impressiona à primeira que deixa marcas profundas para as próximas audições, sendo que cada um traz sempre algo de novo. Mesmo não apresentando nada de esplendorosamente original, sem dúvida que este é um álbum fascinante que todos os que gostam de música extrema aliada à melodia não poderão, nem conseguirão, ignorar.


Nota: 9/10

Review por Fernando Ferreira