• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Sete anos foi o tempo necessário para os noruegueses Mistur lançarem o segundo trabalho de originais depois de um "Attende" que levantou muito sobrolho por esse underground fora. Pois bem, aqui temos "In Memoriam" que demonstra que o black metal de cariz épico, pagão e até levemente folk dos Mistur não perdeu qualidades com a ausência. Algumas coisas mudaram entretanto principalmente na formação da banda, com a entrada de três elementos novos. Oliver Øien para os guturais, Tomas para a bateria e Bjarte Breilid para o baixo. Mudanças que se tiveram algum impacto na banda foi pela positiva.

Temos apenas seis temas longos (os dois mais curtos têm pouco mais de sete minutos) mas numa hora de duração que nos faz viajar até às planícies geladas da Escandinávia, por lugares já visitados com a ajuda de outras bandas, tais como Enslaved, Moonsorrow e principalmente Windir. Ou seja, uma viagem que não nos importamos nada, mesmo nada de fazer. Peso, melodia épica com fartura e um álbum muito dinâmico, onde temos malhas mais dinâmicas (como a "Distant Peaks") em contraste com outras de cariz mais épico (como a "Firstborn Son", que tem um daqueles solos, simples mas muito eficazes).

"In Memoriam" poderá sofrer do mesmo mal que os Moonsorrow - o que para muitos poderá querer dizer que há males que vêm por bem - que é ter álbuns/músicas grandiosas demasiado para ser absorvidas de uma só vez mas é essa a beleza deste segundo trabalho. Este é um álbum que impressiona à primeira que deixa marcas profundas para as próximas audições, sendo que cada um traz sempre algo de novo. Mesmo não apresentando nada de esplendorosamente original, sem dúvida que este é um álbum fascinante que todos os que gostam de música extrema aliada à melodia não poderão, nem conseguirão, ignorar.


Nota: 9/10

Review por Fernando Ferreira