• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)



Thraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaasssssssssh! Ah pois é, terceiro álbum dos Dust Bolt, um dos nomes recentes do género que tem vindo a reunir fãs à volta do seu som e que tem editado com a regularidade de um relógio suiço de dois em dois anos. Este "Mass Confusion" inicia-se em grande estilo com a bruta e furiosa "Sick X Brain", que não chega a ter mais de um minuto e meio, sendo logo seguida pelo tema-título e mostra que o thrash clássico e old-school da banda veio para ficar. Poderão acusar a banda de não evoluir (o que é mentira) ou de estar voltada para o passado dos outros (o que até pode ser verdade) mas na realidade nada disso interessa.

Querem saber porquê? É simples, basta voltar ao parágrafo anterior e ler atentamente a primeira frase. Quando temos um som que nos impele a mandar cá para fora gritos de guerra daqueles, é porque a música tem algo de especial e aqui sem dúvida que temos mais do que algo de especial, temos quase um álbum por inteiro. Sim, leram bem, quase. "Mass Confusion" não é perfeito, nem se esperava que fosse. Os mais críticos poderão reparar na influência quase omnipresente dos Slayer, mas como também essa influência se manifesta nos bons momentos de Slayer, por nós tudo bem.

O problema é em algumas faixas que sentimos que o punch se perde um pouco, seja na espécie de power ballad "Exit", que quebra um pouco o andamento do álbum e que mesmo que não quebrasse, acaba por não ser totalmente eficaz - por muito que pertençamos àquele grupo que acredita que as melhores baladas alguma vez feita vêm da parte de bandas de thrash metal- assim como a "Portraits Of Decay" que denuncia um pouco falta de pilhas. Ainda assim, temos aqui matéria suficiente para um grande álbum de thrash metal e que permitirá à banda subir mais uns degraus na escada dos deuses do thrash metal.

Nota: 8.4/10

Review por Fernando Ferreira