• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes

Symphony X - Underworld




Riverside - Love Fear And The Time Machine




Amorphis - Under The Red Cloud





Flayed - Monster Man




Ivanhoe - 7 Days




Elferya - Eden's Fall




Spektr - The Art To Disappear




Rab - Rab 2




Exumer - The Raging Tides




Tales Of The Tomb - Volume One Morprhas




Dimino - Old Habits Die Hard




Roxxcalibur - Gems Of The NWOBHM





The Fifth Alliance - Death Poems




Augrimmer - Moth And The Moon




The Great Tyrant - The Trouble With Being Born




Weeping Silence - Opus IV - Oblivion




Watercolour Ghosts - Watercolour Ghosts




Hexx - Under The Spell/ No Escape




Deseized - A Thousand Forms Of Action




Razor Rape - Orgy In Guts




Sadist - Hyaena




Xandria - Fire & Ashes




Alien Syndrome 777 - Outer




Asylum Pyre - Spirited Away




Canyon Of The Skell - Canyon Of The Skull




Chron Goblin - Blackwater




Extreme Cold Winter - Paradise Ends Here

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



















Entrevista aos Wintersun

Os Wintersun estão de volta mas só acede ao novo álbum “The Forest Seasons” quem participar na campanha de crowdfunding que se iniciou no dia 1 de março e que terminará no dia 31 do mesmo mês. (...)

Vallenfyre revelam detalhes do novo álbum

O próximo álbum dos Vallenfyre, intitulado "Fear Those Who Fear Him", será lançado a 2 de Junho pela Century Media Records. O 3º álbum da banda foi gravado (...)

Hail Of Bullets chegam ao fim

A guerra dos Hail Of Bullets chegou ao fim. A banda holandesa colocou um término na sua luta e para a história ficaram álbuns como "...of Frost and War", (...)

Novembers Doom lançam novo vídeo

Os Novembers Doom, banda oriunda de Chicago, acaba de lançar um novo vídeo com a letra. Retirada do seu décimo álbum, “Zephyr”, foi, desta feita, a escolhida.(...)

Testament preparam lançamento de novo álbum e livro

Apesar do seu último álbum "Brotherhood Of The Snake" ter sido lançado há apenas cinco meses, os Testament encontram-se já a trabalhar no seu sucessor. A revelação surgiu numa entrevista(...)


Com uma impressionante agenda de nomes internacionais garantida até Fevereiro de 2017, o Stairway Club, em Cascais, tem-se posicionado recentemente como um local de concertos a reter no panorama da cena metal da zona de Lisboa. Desta feita, foi noite de receber os Death & Legacy e os The Agonist que juntos protagonizaram uma mini-digressão de seis datas em Espanha e Portugal.

Com data única em Portugal, foi pois com grande expectativa que se rumou a Cascais para um concerto de apresentação único. Formados apenas em 2013, os espanhóis Death & Legacy têm-se tornados conhecidos pela sua abordagem ao metal melódico que tem merecido o aplauso da crítica. Saltando para o palco às 21h, os Death & Legacy cedo determinaram o mote da noite. Num concerto de apenas 35 minutos de duração, focaram-se na apresentação do seu recém-lançado álbum “Silence”. Apesar de algumas dificuldades sonoras, mostraram-se competentes com uma atuação enérgica e incansável na mobilização do escasso público presente a esta hora.

Às 22h foi altura de subirem ao pequeno palco do Stairway Club, os The Agonist. Apesar de não serem estranhos aos concertos em terras lusas tendo, em 2010 tocado no espaço lisboeta MusicBox, era com grande curiosidade que se aguardava a apresentação da nova vocalista Vicky Psarakis. Recorde-se que Vicky se juntou aos The Agonist após a perda da vocalista original, e também membro fundador, Alissa White-Gluz para os Arch Enemy em Março de 2014.

Após a adição de Vicky, os The Agonist têm-se mostrado prolíficos no lançamento de nova música começando com Eye of Providence (2015) e, mais recentemente o novo álbum “Five” lançado a 30 de Setembro de 2016. Resolvidos os problemas de som, os canadianos tomaram o palco focando o seu alinhamento nos temas mais recentes da banda como “The Chain” e “Gates of Horn and Ivory”. Apesar do pouco público presente, Vicky soube conduzir a sala e cedo se formaram os primeiros mosh pits e crowdsurfing, que haveriam de ser uma constante no restante da atuação de 1h20m. Mostrando não dever nada ao legado deixado por Alissa, Vicky exibiu um registo vocal exemplar dominando facilmente as transições entre a voz limpa e a voz gutural que caracterizam a sua antecessora. Apresentou uma presença marcante interagindo frequentemente com a plateia.

É, contudo, indubitável que a música produzida na era de Alissa é mais interessante, facto que se tornou claramente evidente quando a banda tocou clássicos como “Thank you pain”, “Business suits and combat boots” ou “Panophobia”, perante a forte adesão do público. A banda acompanhou mostrando, para além de qualquer dúvida, a qualidade musical de cada um dos seus elementos a nível individual.

Esperemos que com um maior amadurecimento enquanto grupo, os The Agonist se consigam erguer até ao seu verdadeiro potencial. Aguardamos!

Texto por Mariana Crespo
Fotografias por Ana Mendes
Agradecimentos: Amazing Events