• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Com uma impressionante agenda de nomes internacionais garantida até Fevereiro de 2017, o Stairway Club, em Cascais, tem-se posicionado recentemente como um local de concertos a reter no panorama da cena metal da zona de Lisboa. Desta feita, foi noite de receber os Death & Legacy e os The Agonist que juntos protagonizaram uma mini-digressão de seis datas em Espanha e Portugal.

Com data única em Portugal, foi pois com grande expectativa que se rumou a Cascais para um concerto de apresentação único. Formados apenas em 2013, os espanhóis Death & Legacy têm-se tornados conhecidos pela sua abordagem ao metal melódico que tem merecido o aplauso da crítica. Saltando para o palco às 21h, os Death & Legacy cedo determinaram o mote da noite. Num concerto de apenas 35 minutos de duração, focaram-se na apresentação do seu recém-lançado álbum “Silence”. Apesar de algumas dificuldades sonoras, mostraram-se competentes com uma atuação enérgica e incansável na mobilização do escasso público presente a esta hora.

Às 22h foi altura de subirem ao pequeno palco do Stairway Club, os The Agonist. Apesar de não serem estranhos aos concertos em terras lusas tendo, em 2010 tocado no espaço lisboeta MusicBox, era com grande curiosidade que se aguardava a apresentação da nova vocalista Vicky Psarakis. Recorde-se que Vicky se juntou aos The Agonist após a perda da vocalista original, e também membro fundador, Alissa White-Gluz para os Arch Enemy em Março de 2014.

Após a adição de Vicky, os The Agonist têm-se mostrado prolíficos no lançamento de nova música começando com Eye of Providence (2015) e, mais recentemente o novo álbum “Five” lançado a 30 de Setembro de 2016. Resolvidos os problemas de som, os canadianos tomaram o palco focando o seu alinhamento nos temas mais recentes da banda como “The Chain” e “Gates of Horn and Ivory”. Apesar do pouco público presente, Vicky soube conduzir a sala e cedo se formaram os primeiros mosh pits e crowdsurfing, que haveriam de ser uma constante no restante da atuação de 1h20m. Mostrando não dever nada ao legado deixado por Alissa, Vicky exibiu um registo vocal exemplar dominando facilmente as transições entre a voz limpa e a voz gutural que caracterizam a sua antecessora. Apresentou uma presença marcante interagindo frequentemente com a plateia.

É, contudo, indubitável que a música produzida na era de Alissa é mais interessante, facto que se tornou claramente evidente quando a banda tocou clássicos como “Thank you pain”, “Business suits and combat boots” ou “Panophobia”, perante a forte adesão do público. A banda acompanhou mostrando, para além de qualquer dúvida, a qualidade musical de cada um dos seus elementos a nível individual.

Esperemos que com um maior amadurecimento enquanto grupo, os The Agonist se consigam erguer até ao seu verdadeiro potencial. Aguardamos!

Texto por Mariana Crespo
Fotografias por Ana Mendes
Agradecimentos: Amazing Events